Futebol Feminino

Copa América Feminina: as remanescentes do último Brasil x Argentina

Bia Palumbo
Debinha balançou a rede na última vez que Brasil e Argentina se enfrentaram
Debinha balançou a rede na última vez que Brasil e Argentina se enfrentaram / Brad Smith/ISI Photos/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um dos jogos mais esperados da Copa América Feminina é entre Brasil e Argentina. Além da rivalidade entre os países, são os únicos que já subiram ao lugar mais alto do pódio no torneio. A seleção canarinho conquistou sete das oito taças até aqui - a exceção foi em 2006, quando as hermanas foram campeãs.

O principal clássico sul-americano ocorreu pela última vez na SheBelieves Cup, em fevereiro de 2021 nos EUA. Naquele jogo Adriana foi um dos destaques. Ela sofreu o pênalti que Marta converteu para abrir o placar e depois deixou o dela. Debinha e Geyse ampliaram e Larroquette diminuiu.

De lá para cá algumas coisas mudaram. A principal delas é que a Albiceleste trocou de técnico - Carlos Borrello virou coordenador de seleções e Germán Portanova assumiu a equipe em outubro. Desde então a equipe venceu apenas um dos seis jogos. A seguir confira algumas jogadoras que estavam relacionadas para aquela goleada e que podem se reencontrar nesta noite.

1. Brasil

Adriana, Bia Zaneratto, Debinha, Geyse, Gio, Kathellen, Rafaelle, Tainara e Tamires.

2. Argentina

Agustina, Braun, Cometti, Delgado, Falfán, Ippolito, Larroquette, Miriam Mayorga, Oliveros, Romina Núñez, Santana, Solana Pereyra, Sole Jaimes e Yamila Rodríguez

Além de Brasil e Argentina, o grupo B tem Peru, Uruguai e Venezuela. Na outra chave (grupo A) estão Bolívia, Chile, Colômbia, Equador e Paraguai.

facebooktwitterreddit