Opinião

Contratações de Bruno Alves e Orejuela pelo Grêmio têm lado bom e ruim - entenda

Fabio Utz
Zagueiro Bruno Alves está deixando o Morumbi
Zagueiro Bruno Alves está deixando o Morumbi / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Vamos lá, o Grêmio contratar Orejuela e Bruno Alves é bom ou ruim? A resposta é 'depende'. E eu explico o porquê.

O que pesa contra? O lateral-direito não é melhor que Rafinha e Vanderson, opções ao longo de 2021, e vem de uma temporada em que praticamente ficou no ostracismo dentro do Morumbi. Já o zagueiro perdeu bastante espaço no São Paulo depois de um período no qual até foi titular. Ou seja, nenhum deles vive o melhor dos momentos.

Luis Manuel Orejuela São Paulo Grêmio Mercado Lateral-direito
Orejuela está voltando a Porto Alegre / Alexandre Schneider/GettyImages

Agora, o lado positivo. O Tricolor, mesmo na Série B, está conseguindo se reforçar com atletas oriundos da Série A. Orejuela chega naturalmente para ser titular diante da escassez de peças para a posição. E Bruno Alves é, no mínimo, melhor que Paulo Miranda e Rodrigues, podendo formar uma natural dupla com Geromel enquanto Kannemann se recupera de cirurgia no quadril.

Nessas horas, é preciso olhar para o lado prático da situação. O Grêmio torrou seu dinheiro em investimentos mal feitos, caiu para a segunda divisão e precisa rapidamente remontar um grupo. Por isso, até dando um voto de confiança a quem, minimamente, tenta repor o clube nos trilhos (se é que isso é possível), fico com a segunda perspectiva. Porém, deixo o alerta: só se reforçar com quem não serve mais para rivais também não é suficiente.

Para mais notícias do Grêmio, clique aqui.

facebooktwitterreddit