Conmebol firma posição sobre possibilidade de Libertadores e Sul-Americana serem decididas apenas em 2021

FBL-PARAGUAY-LIBERTADORES-DRAW
NORBERTO DUARTE/Getty Images

Paralisadas desde o mês de março, a Libertadores da América e a Copa Sul-Americana ainda não têm data para um recomeço. O que se sabe, até o momento, é que os torneios dificilmente voltarão a ser disputados antes de setembro. Pois a Conmebol não vê problemas em, se for o caso, estender as disputas até 2021.

Colon v Independiente del Valle - Copa CONMEBOL Sudamericana 2019
Chris Brunskill/Fantasista/Getty Images

Aliás, este é o cenário mais provável, com os torneios chegando a janeiro ou, até mesmo, fevereiro.
"Estamos enfrentando uma situação excepcional em que teremos que considerar todas as opções possíveis com seus prós e contras. Seja qual for a decisão tomada, a Conmebol sempre garantirá o retorno seguro do futebol para todos. Não haverá nenhum problema se tivermos que postergar as finais, inclusive para o início do próximo ano se for necessário", disse Frederico Nantes, diretor de competições da entidade, à coluna do Marcel Rizzo.

A Conmebol trabalhou em conjunto com especialistas epidemiológicos em dois documentos, como o Protocolo de Recomendações Médicas para Treinamento, Viagens e Competições e o Manual Operacional de Chegadas e Partidas nos Aeroportos que foram compartilhados com diferentes países das associações membro e, portanto, trabalham em um documento de base comum

Frederico Nantes, diretor da Conmebol

Na América do Sul, países vivem situações bastante distintas. Argentina, Uruguai e Paraguai parecem ter a pandemia de coronavírus controlada, enquanto Peru, Chile e Brasil se tornaram epicentros da doença. Ou seja, não há como prever quando será possível a liberação de fronteiras, algo essencial para o deslocamento das delegações. A Conmebol descarta, apenas, "copiar" a Uefa, que levou as fases decisivas da Champions League para uma sede única - no caso, Lisboa. "São situações diferentes em termos de fase do torneio e o momento do calendário esportivo da Europa. Como eu estava dizendo, atualmente estamos avaliando diferentes opções, mas tudo dependerá da evolução do vírus nos próximos meses em cada um dos países. Especificamente nesse caso, não existe nenhum estudo nesse sentido de fazer os dois torneios em sede única. Se consideramos os dois torneios, são 64 equipes disputando", completou Nantes. A final da Libertadores está marcada para 21 de novembro, no Maracanã. Já a definição do campeão da Sul-Americana, a princípio, se dará em 9 de novembro na cidade de Córdoba-ARG.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique aqui.