Copa América

Conmebol avança no show de horrores da Copa América e promove silêncio compulsório com Moreno

Lucas Humberto
Atacante da Bolívia e do Cruzeiro recebeu punição de 20 mil dólares e um jogo de suspensão
Atacante da Bolívia e do Cruzeiro recebeu punição de 20 mil dólares e um jogo de suspensão / Pool/Getty Images
facebooktwitterreddit

Silêncio? Nesta sexta-feira (18), Marcelo Moreno recebeu punição da Comissão Disciplinar da Conmebol após fazer duras críticas à organização da Copa América em rede social. O atacante da Bolívia foi multado em 20 mil dólares e recebeu um jogo de suspensão - agora, ele possui sete dias para recorrer.

Marcelo Moreno Covid-19 Copa América Bolívia Suspensão
Moreno testou positivo para covid-19 / ALBERTO VALDES/Getty Images

Em seu Instagram, o jogador, que testou positivo para covid-19, manifestou ampla insatisfação com o tratamento recebido pelos atletas. Moreno citou uma reportagem do ge sobre a quantidade de pessoas relacionadas à Copa América que foram infectadas pelo novo coronavírus - contaminados chegaram 66.

"Obrigado a vocês da Conmebol por isso. A culpa é totalmente de vocês. Se morre uma pessoa, o que vocês vão fazer? O que importa é somente o dinheiro, a vida do jogador não vale nada?"

Moreno, via Instagram

Tapar o sol com a peneira não vai resolver

Depois de ignorar recomendações de saúde, a Conmebol segue mais uma etapa do script de horror da Copa América: a cultura do silêncio. Toda essa sucessão de fatos já havia sido cantada antes mesmo do apito inicial: se era inimaginável receber um torneio de seleções em pleno período pandêmico há algumas semanas atrás, não seria diferente agora. As consequências eram sentidas antes mesmo do acontecimento propriamente dito.

Marcelo Moreno, do Cruzeiro, não disse nada que milhares de outras pessoas não tenham dito anteriormente. Tapar o sol com a peneira ou impedir que o óbvio seja dito não irá fazer o problema desaparecer. Até porque a grande adversidade de todo esse cenário é que o "elefante na sala" pode matar. O silenciamento pouco adianta quando um vírus fatal avança e acomete milhares de vidas todos os dias. Assim, a punição da entidade sul-americana de futebol surte o mesmo efeito daquela pessoa que utiliza máscara no queixo. Não adianta se enganar.

facebooktwitterreddit