Futebol Internacional

Conheça o Pirae, representante da Oceania no Mundial de Clubes e potencial adversário do Chelsea

Lucas Humberto
Clube do Taiti irá substituir o Auckland City como representante da Oceania
Clube do Taiti irá substituir o Auckland City como representante da Oceania / GIUSEPPE CACACE/GettyImages
facebooktwitterreddit

Pelo segundo ano consecutivo, duas coincidências atravessam o Mundial de Clubes: o Palmeiras será o representante sul-americano e a Oceania novamente precisou trocar o clube que enviaria ao torneio da FIFA. Substituindo o Auckland City, da Nova Zelândia, a Association Sportive Pirae, do Taiti, será um dos potenciais adversários do Chelsea.

"Apesar dos intercâmbios recentes entre Fifa, Auckland City, Nova Zelândia e Federação da Oceania, a Fifa foi informada de que a reabertura atrasada das fronteiras da Nova Zelândia devido à pandemia de Covid-19 em curso, bem como a reintrodução do isolamento gerenciado obrigatório e o sistema de quarentena ao retornar ao país, fez com que o Auckland City tivesse que se retirar do torneio com relutância. Como resultado, o AS Pirae foi nomeado o representante da Oceania para o Mundial de Clubes."

FIFA, através de comunicado

Com lugar garantido entre os clubes mais vitoriosos do Taiti, o Pirae será o primeiro representante do local na história do Mundial da FIFA. A equipe chega para disputar a primeira rodada da competição no dia 3 de fevereiro, contra Al-Jazira. Quem avançar pega o Al-Hilal na fase posterior, e daí sai o adversário do Chelsea numa das semifinais.


Da participação continental às goleadas recentes: conheça o Pirae

Fundada em 1929, a Association Sportive Pirae leva o nome da sua localização. Pirae, uma comuna da Polinésia Francesa, está localizada nas Ilhas de Barlavento, arquipélago da Sociedade. Como mencionado anteriormente, o clube está entre os mais vitoriosos do Taiti, tendo vencido o Tahiti Division Fédérale, ou Campeonato Taitiano de Futebol, 10 vezes.

A conquista mais recente, aliás, se deu ainda na temporada 2020/21. Entre os grandes feitos da instituição está o vice-campeonato da Liga dos Campeões da Oceania, torneio realizado anualmente pela Confederação de Futebol da Oceania (OFC, na sigla em inglês), em 2006. À época, o Pirae chegou à decisão após vencer o descontinuado Manawatu United.

Auckland City Pirae Mundial de Clubes Palmeiras
Pirae enfrentando Auckland City / DEAN TREML/GettyImages

Acontece que, no duelo derradeiro, a equipe parou na qualidade do Auckland City, maior campeão do torneio. Nos últimos dois anos, o evento esportivo continental, que deveria levar o vencedor diretamente para o Mundial de Clubes da FIFA, foi cancelado devido ao cenário pandêmico da Covid-19.

Ainda sobre o Pirae, o time venceu nove edições da Copa do Taiti e chegou a disputar a Copa da França algumas vezes, tendo sido a participação mais recente na temporada 2015/16. Segundo informações disponibilizadas no site da FIFA, hoje, o plantel da equipe possui 23 jogadores, sendo 22 taitianos e Benoit Mathon, atacante de nacionalidade francesa.

Na atual temporada, o Pirae se despede momentaneamente do Campeonato Taitiano com seis vitórias, um empate e uma derrota em oito partidas disputadas. Foram 36 tentos marcados, provenientes de expressivas goleadas diante de adversários de pouca expressão local, contra somente três sofridos.

FIFA Mundial de Clubes Pirae Palmeiras
Troféu do Mundial de Clubes / MB Media/GettyImages

A única derrota veio ante o Vénus, vice-líder do torneio, atrás somente do ainda invicto Dragon. Na próxima quinta-feira, 3 de fevereiro, o Pirae entra em campo para enfrentar o Al-Jazira, representante do país-sede, no Estádio Mohammed Bin Zayed, em Abu Dhabi. A partida está agendada para acontecer às 13h30 de Brasília.

facebooktwitterreddit