Reportagem especial

Conheça o Monterrey, gigante mexicano e potencial adversário do Palmeiras no Mundial de Clubes

Lucas Humberto
Pentacampeão da Champions League da CONCACAF, o Monterrey pode pegar o Palmeiras na semifinal do Mundial de Clubes
Pentacampeão da Champions League da CONCACAF, o Monterrey pode pegar o Palmeiras na semifinal do Mundial de Clubes / Jam Media/GettyImages
facebooktwitterreddit

E mais uma vez a história se repete: no Mundial de Clubes, o Palmeiras terá de encarar um time egípcio ou um mexicano na semifinal. Atual vencedor da Liga dos Campeões da CONCACAF, o Monterrey abre a segunda rodada do torneio da FIFA enfrentando o Al Ahly, no dia 5 de fevereiro. Quem passar avança à semifinal, onde o Verdão apenas aguarda...

Arquirrival do Tigres, algoz alviverde na última edição do campeonato, o CF Monterrey leva o nome da capital do estado Nuevo León. Com lugar garantido entre os grandes clubes do país, a equipe treinada por Javier Aguirre tenta melhorar as marcas de 2012 e 2019, quando chegou ao terceiro lugar do Mundial.


Clássico Regiomontano, domínio continental e artilheiro europeu: conheça o Monterrey

Quando falamos na rivalidade Tigres-Monterrey, vamos além de um simples duelo. As equipes, na verdade, protagonizam o segundo encontro mais inflamado do país, chamado de Clássico Regiomontano. O evento esportivo perde somente para outro embate de velhos conhecidos locais: Guadalajara x América.

Contudo, apesar do equilibrado Clássico movimentar milhões de torcedores e sempre render faíscas, em termos continentais, o domínio é do Monterrey - ou dos Rayados, caso prefira. Pentacampeão da Champions League da CONCACAF, o clube venceu três edições consecutivas: 2010/11, 2011/12 e 2012/13. As outras duas vieram nas campanhas 2018/19 e 2020/21.

Monterrey Mundial de Clubes Palmeiras
Monterrey disputou a edição de 2019 do Mundial / Eurasia Sport Images/GettyImages

Entre as conquistas nacionais também são cinco as taças da Liga MX: 1985/86, 2002/03 (Clausura), 2009/10, 2010/11 e 2019/20 (Apertura). Vale ressaltar ainda que o torneio local passou por mudanças no formato ao longo dos anos e, hoje, segue sendo dividido entre Apertura (Abertura) e Clausura (Encerramento).

Atualmente sem brasileiros no elenco, o Monterrey tem Mario de Souza Mota, popularmente conhecido como Bahía, entre os estrangeiros mais notáveis da história do clube. Ele defendeu as cores dos Rayados entre 1984 e 1992. Loco Abreu, figura amplamente conhecida nos gramados sul-americanos, também ocupa lugar entre os gringos notáveis do gigante mexicano.

Saindo dos feitos do passado e pegando um trem para os dias atuais, temos mais um artilheiro de calibre europeu que pode atrapalhar (e muito) a vida dos palmeirenses: Vincent Janssen, embora longe da grife de André-Pierre Gignac, foi artilheiro da Eredivisie na temporada 2015/16, quando atuava pelo AZ Alkmaar. Ele foi às redes 32 vezes em 49 partidas, sendo 27 pelo torneio nacional.

Vincent Janssen Monterrey Mundial de Clubes Palmeiras
Janssen em ação pelo Monterrey / Refugio Ruiz/GettyImages

A performance do centroavante holandês de 27 anos chamou atenção do Tottenham. Na Inglaterra, contudo, ele não conseguiu ter brilhantismo semelhante. Sob comando de Aguirre, Janssen tem status de reserva. Rogelio Funes Mori, argentino de 30 anos, é quem conduz o sistema ofensivo dos Rayados. Mas sabemos do gosto de grandes competições pelos seus heróis improváveis, certo?


Maximiliano Meza, César Montes, Esteban Andrada e mais: as peças para ficar de olho

Diante da chance expressiva de Palmeiras e Monterrey se enfrentarem numa das semifinais, conhecer as principais peças da equipe mexicana pode ser classificado como estratégia de sobrevivência. Abaixo, nós detalhamos alguns nomes para você ficar de olho. Abel Ferreira com certeza está mantendo todos no radar...

  • Maximiliano Meza: meia-atacante de 29 anos, o argentino é um dos pilares ofensivos de Aguirre. Definidor nato e construtor eficiente, ele desponta entre os destaques em termos estatísticos.
Maximiliano Meza Rómulo Otero Palmeiras Monterrey Mundial de Clubes
Meza está entre os principais destaques da equipe de Aguirre / Azael Rodriguez/GettyImages
  • César Montes: capitão da equipe, o zagueiro de 24 anos, criado na base do próprio Monterrey, defende a equipe principal desde 2015. Ele não costuma sair do campo sem deixar tudo de si.
  • Esteban Andrada: quem quiser anotar contra os Rayados terá de passar pela defesa do bom goleiro argentino de 31 anos. Ex-Boca Juniors, o arqueiro foi convocado recentemente por Scaloni para os compromissos da seleção.
  • Rogelio Funes Mori: aos 30 anos, o centroavante está no Monterrey desde 2015 e segue como principal aposta de Javier Aguirre nos metros finais.
Rogelio Funes Mori Monterrey Palmeiras Mundial de Clubes
Rogelio Funes Mori defende as cores da seleção mexicana / Jam Media/GettyImages

Atual oitavo colocado na Clausura, o Monterrey se despediu dos compromissos nacionais com dois empates e uma vitória na conta. Na Apertura, o time caiu ainda nas quartas de final ante o Atlas que, mais tarde, seria campeão após bater o León na final. A estreia dos Rayados no Mundial de Clubes acontece no dia 5 de fevereiro, contra o Al Ahly.

facebooktwitterreddit