Opinião

Como Vítor Pereira pode escalar o Corinthians com Róger Guedes e Yuri Alberto juntos?

Matheus Nunes
Dupla de atacantes deixa marcação fragilizada, diz técnico
Dupla de atacantes deixa marcação fragilizada, diz técnico / Marcello Zambrana/Agif/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

A dupla Róger Guedes e Yuri Alberto não deve mais jogar junta, revelou o treinador do Corinthians Vítor Pereira. Segundo o comandante alvinegro, o time fica fraco defensivamente quando os dois jogadores estão lado a lado em campo.

"A opção por jogar com o Róger e o Yuri foi minha, portanto sou eu que tenho que assumir a responsabilidade. Agora, não me parece que consigamos defender bem os corredores dessa forma. Portanto, pra mim claramente não dá"

Vitor Pereira, técnico do Corinthians

Na derrota por 2 a 0 para o Atlético-GO nessa quarta-feira (27), pela Copa do Brasil, o técnico do Timão entrou em campo com uma espécie de 4-4-2, com Willian tendo mais liberdade no ataque. O camisa 10, inclusive, foi bastante criticado pelos torcedores por conta da sua atuação.

Caso Vitor Pereira queira manter a formação, Róger Guedes poderia fazer mais a função de lado de campo, já que é sua posição favorita. Yuri Ficaria centralizado e Adson, que tem um poder de marcação maior que Willian, na outra ponta.

Se o problema é o sistema defensivo fragilizado, Vitor poderia optar por colocar um lateral-esquerdo menos ofensivo, pelo menos nos jogos fora de casa, para equilibrar o lado onde o camisa 9 ficaria. A volta de Renato Augusto pode fortalecer o setor de meio-campo, já que tem um dos seus pontos fortes a bola enfiada.

O 4-4-2 também poderia ser eficiente caso os dois atacantes ficassem invertendo os lados e quem ficaria mais dentro da área, confundindo os adversários. Outra alternativa seria usar os dois juntos apenas em partidas em Itaquera, quando tem um apoio maior dos torcedores.

O que será o futuro do Corinthians, apenas Vitor Pereira sabe. Apesar de ocupar uma ótima colocação no Campeonato Brasileiro, o Timão terá a missão de reverter o placar de 2 a 0 no dia 17 de agosto, na partida de volta da Copa do Brasil.

facebooktwitterreddit