Como o Palmeiras pode derrotar o Corinthians nesta noite

Palmeiras Plays Ponte Preta Behind Closed Doors for the State Championship Semi-Final Amidst the Coronavirus (COVID - 19) Pandemic
Palmeiras Plays Ponte Preta Behind Closed Doors for the State Championship Semi-Final Amidst the | Miguel Schincariol/Getty Images



No confronto da primeira fase do Paulistão o Corinthians saiu vitorioso contra o Palmeiras. O clássico ficou marcado pelas pichações feitas no gramado e das traves da Arena Corinthians no retorno do futebol paulista.


A vitória por 1 a 0 do Timão mostrou o que o time do técnico Tiago Nunes sabe o que pode fazer para decidir jogos importantes. Após a parada devido à pandemia, o Corinthians voltou diferente. Já são quatro jogos realizados pelo Campeonato Paulista, sendo quatro vitórias com seis gols marcados e nenhum sofrido.

Gil
2020 Brasileirao Series A: Corinthians v Fortaleza Play Behind Closed Doors Amidst the Coronavirus | Alexandre Schneider/Getty Images

O Palmeiras precisa furar a defesa corintiana, que ainda não tomou gol na volta do campeonato e se mostra cada vez mais sólida. Após a volta, o Verdão perdeu apenas o clássico, depois foram três vitórias, cinco gols marcados e apenas um sofrido contra o Água Santa.

O time de Vanderlei Luxemburgo está se reorganizando após a saída de Dudu. Alguns bons nomes surgiram como o volante Patrick de Paula e Gabriel Menino, ambos foram destaque na vitória contra a Ponte Preta na semifinal.

Patrick de Paula
Palmeiras Plays Ponte Preta Behind Closed Doors for the State Championship Semi-Final Amidst the | Miguel Schincariol/Getty Images

O ataque alviverde parece ainda não funcionar. Do trio ofensivo Rony, Willian e Luiz Adriano, apenas o último marcou após o retorno das competições, mas o camisa 10 já está há dois jogos sem balançar as redes. O que dificulta ainda mais a vida do centroavante palmeirense é que a bola não tem chegado com qualidade.

Se o Palmeiras quer vencer a partida na casa do adversário vai ter que propor o jogo e ficar de olho no contra-ataque e nos chutes de fora da área de Éderson, que vêm castigando os goleiros adversários.

O setor que o Verdão mais deveria explorar é o lado esquerdo da defesa do Corinthians. Carlos Augusto e Danilo Avelar ainda não se firmaram e mostraram ser mais vulneráveis do que Fagner e Gil pelo lado direito. Se Luxemburgo optar por colocar Willian e Marcos Rocha em cima pelo lado direto pode dar resultado.

Willian
Tigre v Palmeiras - Copa CONMEBOL Libertadores 2020 | Jam Media/Getty Images

Um aspecto que vem influenciando os últimos clássicos é a fase do time. Mas só que de maneira inversa. Quando o Palmeiras está em boa fase, o Corinthians acaba vencendo e vice-versa. Hoje o alvinegro talvez esteja em melhor fase e para quem é supersticioso isso seja uma vantagem, mas clássico, e ainda mais numa decisão, sempre é uma incógnita.