Grêmio

Como o Grêmio trabalha internamente para ficar com Douglas Costa em 2022

Fabio Utz
Camisa 10 teria interesse em ficar no clube, segundo o presidente
Camisa 10 teria interesse em ficar no clube, segundo o presidente / Silvio Avila/GettyImages
facebooktwitterreddit

Durante o final de semana, o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, revelou interesse de Douglas Costa em permanecer na Arena para 2022. Ao mesmo tempo, disse que o clube tem interesse em contar com o atleta. No entanto, será preciso uma repactuação do contrato firmado entre as partes.

O atual vínculo do camisa 10 com o Tricolor, por empréstimo, vence na metade do ano, mas há uma cláusula de renovação automática para mais 18 meses, ou seja, até o final de 2023 - neste caso, os direitos econômicos ficam com a equipe gaúcha. Os ganhos do atacante, porém, não são compatíveis com os recursos disponíveis.

A ideia, assim, é prolongar o pagamento de compromissos - já que se sabe que uma diminuição de vencimentos é inviável. Através de uma renegociação entre as partes, o Grêmio manteria Douglas Costa, com ele ganhando menos a cada mês, mas recebendo vencimentos por um período maior. Prevendo a totalidade do contrato, o jogador terá embolsado cerca de R$ 40 milhões. Com uma rescisão praticamente descartada, dificilmente algum outro time se manterá na briga para ter o atleta, que se incompatibilizou com a torcida azul ao final da temporada passada.

Para mais notícias do Grêmio, clique aqui.

facebooktwitterreddit