FIFA 23

Como funciona o novo entrosamento do Ultimate Team no FIFA 23

Por André Martins Gonçalves
Rodrygo e Vinicius Junior se ligam no entrosamento do Ultimate Team do Fifa 23 por atuarem na mesma equipe e serem do mesmo país
Rodrygo e Vinicius Junior se ligam no entrosamento do Ultimate Team do Fifa 23 por atuarem na mesma equipe e serem do mesmo país / Clive Brunskill/GettyImages
facebooktwitterreddit

Lançado há mais de um mês, o FIFA 23 trouxe atualizações à jogabilidade e também mudanças nos modos de jogo. Uma das novidades mais impactantes do game de futebol da EA Sports é o novo sistema de entrosamento entre os atletas no Ultimate Team.

A edição introduziu uma ‘Química Redefinida’ ao modo mais popular da franquia. O objetivo dessa mudança foi “aumentar a variedade de elencos para permitir equipes mais diversificadas, facilitar a construção de times e remover amarras”, de acordo com o site do jogo.

Em outras palavras, foi uma alternativa encontrada para não limitar as possibilidades de formação de elencos.

O modo de jogo continua favorecendo o entrosamento entre atletas da mesma nacionalidade, que jogam na mesma equipe ou que estão na mesma liga. No entanto, não existem mais as tradicionais linhas verdes, amarelas e vermelhas conectando apenas jogadores de posições próximas no onze inicial.

Isso significa que o bônus dado à química dos atletas não fica limitado a dois ou mais atletas que se ligam pela proximidade. Ou seja, um atacante e um zagueiro que compartilham um dos três fatores listados acima agora são beneficiados pelo esquema inédito de entrosamento.

Pontos de entrosamento


As cartas dos jogadores passaram a contar com pontos de química. Esses pontos são cumulativos, de um a três, e são ativados de acordo com o nível de química entre os atletas do elenco montado.

Para que um jogador desbloqueie seu primeiro um ponto de química, é necessário ter no time titular dois atletas de um mesmo clube ou da mesma nacionalidade, ou três que atuam na mesma liga.

Para atingir dois pontos de entrosamento de uma carta, é preciso ter quatro jogadores de uma mesma equipe, ou cinco compatriotas ou que joguem no mesmo país.

É possível completar os três pontos de química de uma carta se o usuário tiver, em seu onze inicial, sete atletas que defendem o mesmo clube, ou oito da mesma nacionalidade ou que atuem na mesma liga.

Outra forma de somar mais de um ponto de química é se jogadores combinarem mais de um fator de entrosamento. Ou seja, se dois atletas são da mesma nacionalidade e atuam no mesmo clube, ambos ganham dois pontos.

Fifa 23, entrosamento
Entrosamento entre Mbappé e Kimpembé no FIFA 23 / Reprodução/EA Games

Química individual


O sistema de química do UT não conta mais com um entrosamento geral dos titulares, mas sim com químicas individuais. O FIFA 23 também removeu o impacto negativo aos atributos dos jogadores. Com essa mudança, os atletas podem apenas receber aumentos nos seus atributos de acordo com o entrosamento com os companheiros de equipe.

Outra novidade foi a adição de posições secundárias às cartas do game, já que alguns atletas costumam desempenhar mais de uma função em campo. Os jogadores ainda possuem uma posição principal, mas é possível alterá-la para uma secundária, caso exista, usando um consumível.

Por exemplo, um atacante de ofício pode virar um ponta se essa for a sua posição alternativa. No entanto, uma carta só poderá contar com seus pontos de química se estiver escalada na sua posição designada.

As mudanças no sistema de entrosamento do jogo foram concebidas para que os usuários possam montar elencos competitivos sem algumas das antigas limitações. Assim, novas opções são possíveis e o Ultimate Team ganha mais dinamismo nas partidas.

facebooktwitterreddit