Como foi a passagem de Maurício Barbieri, alvo do Vasco, pelo Red Bull Bragantino?

Antonio Mota
Após mais de 150 jogos pelo Bragantino, Maurício Barbieri é a bola da vez no Vasco.
Após mais de 150 jogos pelo Bragantino, Maurício Barbieri é a bola da vez no Vasco. / Ricardo Moreira/GettyImages
facebooktwitterreddit

Após cerca de uma semana de negociações, o Vasco encaminhou acerto com o técnico Maurício Barbieri. O treinador está à disposição do mercado desde o início do último mês de novembro, quando foi desligado do Red Bull Bragantino, onde trabalhou nas últimas duas temporadas. Aos 41 anos, o profissional teve o nome aprovado pela 777 Partners e a tratativa caminha bem.

Barbieri esteve à frente da Massa Bruta entre setembro de 2020 e o mês passado. Neste período, o treinador comandou o clube em 151 jogos e teve 48,6% de aproveitamento: 58 vitórias, 45 empates e 51 derrotas. Sob seu comando, o Bragantino ainda participou pela primeira vez da Sul-Americana – onde foi vice-campeão em 2021 – e da Conmebol Libertadores.

Mauricio Barbieri
Barbieri trabalhou no Bragantino entre 2020 e 2022. / EITAN ABRAMOVICH/GettyImages

O treinador viveu bons momentos no Nabi Abi Chedid e já passou pelo que o Vasco vai encarar em breve: o “baque” do retorno à Série A do Campeonato Brasileiro. Em 2020, Barbieri ajudou o Bragantino, recém-promovido à elite, a escapar do rebaixamento. Na ocasião, o técnico assumiu o compromisso com a temporada em curso e funcionou, mas essa abordagem é sempre mais perigosa. O ano após o acesso costuma ser difícil e ter alguém com experiência pode ser um facilitador.

Já em 2021, após atravessar o furacão do pós-acesso, Barbieri emplacou uma grande temporada no Bragantino, levando o time à final da Sul-Americana. Sua equipe tinha ‘a mão do treinador’, personalidade e chegou até a empolgar. E mais, explodiu jogadores como Claudinho, Léo Ortiz, Arthur e Fabrício Bruno. Fez um baita trabalho com jovens.

O ano virou e, em 2022, a situação mudou. A Massa Bruta perdeu força, sonhou alto – talvez alto demais, como o próprio treinador falou em sua despedida – e acabou despencando. O Brasileirão da equipe foi pífio e o time também não correspondeu nas outras competições.

Mauricio Barbieri
Barbieri está livre no mercado de treinadores. / NELSON ALMEIDA/GettyImages

Livre, Maurício Barbieri vai encaminhando acerto com mais uma equipe que está se estruturando, passando por uma transformação SAF e que tem muitas lacunas a serem preenchidas. É um desafio gigantesco, mas o treinador tem perfil, bagagem e olhar para contribuir. Uma aposta ‘dentro da caixa’ da 777 Partners e dos cartolas do Vasco... Pode funcionar – se existir (muita) paciência para um amadurecimento das ideias do profissional e do próprio projeto do clube.

facebooktwitterreddit