Brasileirao Série A

Como fica o elenco do Grêmio para a provável disputa da Série B em 2022?

Fabio Utz
Douglas Costa quer ficar, mas clube tem dúvidas sobre o camisa 10
Douglas Costa quer ficar, mas clube tem dúvidas sobre o camisa 10 / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Ficou praticamente impossível imaginar o Grêmio jogando a primeira divisão do futebol brasileiro em 2022. A derrota por 3 a 1 para o Bahia, com o time totalmente apático e sem o mínimo de organização, foi a chamada 'pá de cal'.

Muito embora a matemática ainda permita sonhar com a permanência na Série A, existe a obrigatoriedade de se fazer 100% de aproveitamento até o final do Brasileirão e ainda torcer por resultados paralelos. Por isso, é hora de começar a projetar o ano que vem, com a disputa da Série B. Afinal, com quais jogadores o Tricolor pode (e deve) contar para reiniciar um projeto?

Bruno Cortez Grêmio 2022 Rebaixamento Campeonato Brasileiro
Cortez não terá seu contrato renovado para 2022 / Buda Mendes/GettyImages

Dos chamados medalhões, alguns naturalmente vão embora. Rafinha, Cortez e Diego Souza, por exemplo, não terão seus contratos renovados. Já Borja, embora o vínculo por mais uma temporada, tem o desejo de disputar a Copa do Mundo com a seleção colombiana e tende a buscar um novo lugar para jogar - além disso, seu salário é proibitivo para quem terá um decréscimo de receitas, somente de televisão, na ordem de R$ 60 milhões.

Existem também os chamados 'bolas da vez' para uma negociação. Como é tradição do Grêmio vender atletas, Vanderson e Ferreira são ativos para se fazer dinheiro - muito embora se saiba que o rebaixamento deixa a instituição à mercê de propostas menos vantajosas. Isso sem contar, por óbvio, profissionais com vínculo, mas que perderam espaço completamente, como Paulo Miranda, Jean Pyerre e Diogo Barbosa. Como se desfazer deles sem onerar a folha é o desafio. Por fim, há os 'pontos de interrogação'. Douglas Costa quer ficar, mas o Grêmio deseja a sua permanência? Campaz foi a contratação mais cara da história do Tricolor, mas tem perfil para uma segunda divisão? Villasanti, titular do Paraguai, não vai naturalmente pensar em novos ares?

Campaz Grêmio Campeonato Brasileiro Rebaixamento
Campaz certamente terá futuro discutido dentro da Arena / Pedro Vilela/GettyImages

Resumindo: pegando o atual elenco, somente nomes como os goleiros Brenno e Gabriel Grando, o zagueiro Geromel, os volantes Thiago Santos (contra a vontade da torcida) e Lucas Silva, além dos jovens Rodrigues (também contestado), Pedro Lucas, Sarará e Elias são tendências para 2022. Até com Kannemann, que passará por cirurgia no quadril e perderá parte da temporada, não se pode contar.

O desafio é, sim, gigante. Possivelmente maior que a capacidade de projetar futebol da atual direção.

Para mais notícias do Grêmio, clique aqui.

facebooktwitterreddit