Copa Libertadores

Como a imprensa estrangeira está tratando as semifinais da Conmebol Libertadores?

Antonio Mota
Imprensa da Argentina lança guias e foca em ‘cinco brasileiros’ nos torneios internacionais da América do Sul
Imprensa da Argentina lança guias e foca em ‘cinco brasileiros’ nos torneios internacionais da América do Sul / Pedro Vilela/Getty Images
facebooktwitterreddit

A imprensa da América do Sul está atenta à fase semifinal da Conmebol Libertadores de 2021, que vai começar na noite desta terça-feira, 21, com Palmeiras e Atlético-MG entrando em campo no Allianz Parque. Flamengo e Barcelona de Guayaquil duelarão apenas nessa quarta-feira, 22, no Maracanã. Na Argentina, os veículos têm tratado do assunto sem tanto ímpeto quanto em outros anos, quando Boca Juniors e/ou River Plate estavam nessa fase, mas têm tocado no tema.

O Diário Olé, por exemplo, destacou o Atlético-MG como o carrasco de River e Boca e exaltou o poderoso elenco de Cuca, falando muito de Nacho Fernández, Hulk, Everson e companhia. O site da Argentina também frisou que o Galo teve a melhor campanha da fase de grupos e lembrou que o time é o líder do Campeonato Brasileiro.  

Gabriel Barbosa Flamengo  Libertadores
Flamengo é um dos semifinalistas da Libertadores. / Manuel Velasquez/Getty Images

O mesmo veículo também repercutiu uma entrevista de Abel Ferreira, treinador do Palmeiras, que lembrou das semis da última temporada contra o River Plate. O técnico do Verdão falou que os ‘Millonarios’ trouxeram garrafas de champanhe para comemorar a eventual classificação para a final, o que, como todos sabem, não aconteceu. O portal ainda falou da carreira do português e de sua relação com Marcello Gallardo.

Em outras publicações, o Diário Olé também destacou que não há nenhum time da Argentina nas semis da Libertadores e da Sul-Americana, mas que há cinco do Brasil – lembrando que Red Bull Bragantino e Athletico-PR estão nas semis da Sul-Americana. E ainda fez um guia dessas competições para os interessados.

Já no Equador, país do Barcelona de Guayaquil, o “Extra” contou histórias sobre o clube que eliminou o Fluminense e avançou às semis da Libertadores para encarar o Flamengo. O site também falou da diferença de investimento entre o Mais Querido e o Barcelona, que está avaliado em cerca de 10,5 milhões de dólares. O Rubro-Negro tem o seu preço estimado em 155 milhões de dólares.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit