Futebol brasileiro

Com texto único, clubes se posicionam de forma favorável ao regime de urgência da Lei do Mandante na Câmara Federal

Fabio Utz
"PL do Futebol Livre" prega direitos de transmissão exclusivos ao mandante
"PL do Futebol Livre" prega direitos de transmissão exclusivos ao mandante / Bruna Prado/Getty Images
facebooktwitterreddit

A Câmara dos Deputados, em Brasília, aprovou na terça-feira a colocação do Projeto de Lei 2336/21 em regime de urgência. Conhecido como "Lei do Mandante" ou "PL do Futebol Livre", ele propõe que os direitos de transmissão de uma partida de futebol sejam exclusivamente do clube mandante. O fato de a votação, agora, poder ser realizado nas próximas sessões do Legislativo, animou clubes como Palmeiras, Santos, Flamengo, Bahia, Atlético-MG e São Paulo.

Através de suas redes sociais, os clubes comemoraram a novidade e firmaram posição sobre o tema. "Os clubes de futebol do Brasil agradecem a sensibilidade dos líderes partidários e dos deputados federais que entenderam a necessidade de votar rapidamente o PL do FUTEBOL LIVRE 2336/21. Agora só falta a apreciação do mérito!", escreveram.

Na visão de Júlio César Ribeiro, relator do projeto, as receitas dos clubes de futebol tendem a aumentar com este possível novo cenário. Conforme o político do Distrito Federal, novos investidores podem ser atraídos, com crescimento de disputas, sem prejudicar quem já está ligado ao esporte. "Trata-se de uma demanda coletiva, de interesse de praticamente de todos os clubes", disse. A declaração foi dada à Rádio Câmara.

Para mais notícias do São Paulo, clique aqui.

facebooktwitterreddit