Copa do Nordeste

Com linda festa na Arena Castelão, Fortaleza vence Sport e conquista bi da Copa do Nordeste

Nathália Almeida
Fortaleza venceu Sport por 1 a 0, gol único de Yago Pikachu
Fortaleza venceu Sport por 1 a 0, gol único de Yago Pikachu / CAIO ROCHA/FramePhoto/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Dando sequência ao seu momento iluminado sob comando de Juan Pablo Vojvoda, o Fortaleza mostrou mais uma vez, na noite deste domingo (3), que se tornou um time especial e cascudo. Diante de seu apaixonado torcedor que lotou a Arena Castelão e protagonizou nova festa memorável - com direito a mosaico e show de luzes -, o Leão do Pici rugiu mais alto que o rival Sport Recife, vencendo por 1 a 0 e conquistando o bicampeonato da Copa do Nordeste.

Em um jogo dramático e marcado por polêmicas de arbitragem - foram várias intervenções do VAR em lances agudos -, pesou a maior experiência, entrosamento e qualidade técnica do elenco tricolor. Da marca da cal em um pênalti bem marcado pelo árbitro de campo nos acréscimos da etapa inicial, Yago Pikachu fez o gol único do segundo jogo da decisão, selando o 2 a 1 no agregado que fez explodir a pulsante Arena Castelão.

Com isso, o Fortaleza celebrou o seu segundo título de Copa do Nordeste em quatro anos, com uma campanha inesquecível também nos números: sete vitórias e cinco empates em 12 partidas disputadas, com 24 gols marcados e apenas sete sofridos. Pela primeira vez na história, o maior regional do futebol brasileiro foi conquistado por um treinador estrangeiro, outro feito emblemático neste início inspirado de trajetória de Vojvoda no Tricolor de Aço.

Vivendo a temporada mais importante de sua história em virtudes das muitas competições em seu calendário, o Fortaleza terá pouco tempo para comemorar o bicampeonato da Copa do Nordeste. Isso porque a equipe cearense fará sua estreia na Copa Libertadores já na próxima quinta-feira, 7 de abril, contra o tradicional Colo-Colo.

facebooktwitterreddit