Com hat-trick, Portugal atropela Suíça e pega Marrocos nas quartas de final da Copa do Mundo

Bia Palumbo
Portugal goleou a Suíça por 6 a 1 na Copa do Mundo
Portugal goleou a Suíça por 6 a 1 na Copa do Mundo / PATRICIA DE MELO MOREIRA/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um verdadeiro chocolate. Assim Portugal despachou a Suíça da Copa do Mundo do Catar nesta terça-feira (6), após aplicar uma vitória por 6 a 1 com direito a três gols de Gonçalo Ramos, que ainda deu assistência. Pepe, Raphael Guerreiro, Rafael Leão completaram o placar. O próximo adversário é o Marrocos, no sábado (10).

"Não sei nem o que dizer. É um sonho. Tudo passa rápido e precisamos já pensar em trabalhar e dar nosso máximo no próximo jogo. Falo com Cristiano como falo com todos, é o capitão e sempre me ajudou."

Gonçalo Ramos, atacante de Portugal

Cristiano Ronaldo começou no banco por opção técnica e o escolhido para substituir foi justamente o artilheiro do jogo. Aos 21 anos, Gonçalo estreou como titular em Copa do Mundo e marcou o primeiro hat-trick da Copa do Catar.

Além dele, outro nome que gerou discussão assim que a escalação foi divulgada era João Cancelo, lateral do Manchester City que sequer participou da partida. Diogo Dalot ficou na direita e Raphael Guerreiro na esquerda, sendo que o primeiro tirou uma bola em cima da linha quando o placar estava 2 a 0 e o outro marcou o terceiro gol.

Portugal abriu 2 a 0 logo no primeiro tempo, com dois gols em 33 minutos, sendo que ambos surgiram após jogadas de bola parada - uma cobrança de lateral pela esquerda e um escanteio pela direita. Para completar, o luso-brasileiro Otávio, Bernardo Silva e William Oliveira conseguiram anular o meio de campo rival, com Shaqiri e Xhaka.

A seleção helvética teve duas boas oportunidades nos 45 minutos iniciais, a primeira com Embolo que foi travado por Pepe e uma cobrança de falta de Shaqiri que Diogo Costa espalmou para escanteio.

Nem mesmo as duas mudanças no lado suíço na volta do intervalo freou o ímpeto português. Pior: eles ampliaram a vantagem com mais dois gols em 10 minutos. Akanji diminuiu, mas nada que abalasse os rivais. Ainda deu tempo de Gonçalo fazer mais um, Cristiano Ronaldo entrar e ter um gol anulado por impedimento e ainda o sexto gol, de Rafael Leão, que também jogou apenas a reta final da partida e anotou um golaço em chute colocado.

facebooktwitterreddit