LaLiga

Com gol polêmico nos acréscimos, Atlético de Madrid vence o Espanyol após eliminação na Champions League

Matheus Nunes
Carrasco foi o responsável pelos dois gols dos Colchoneros na partida
Carrasco foi o responsável pelos dois gols dos Colchoneros na partida / Quality Sport Images/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Atlético de Madrid fez sua primeira partida após a eliminação na Champions League para o Manchester City na última quarta-feira (13). No Wanda Metropolitano, a equipe de Diego Simeone recebeu o Espanyol pela 32ª rodada da LaLiga e venceu por 2 a 1, com gol aos 55 minutos do 2º tempo.

Após um primeiro com pouca emoção e irem para o intervalo sem balançar as redes, os times voltaram para a etapa final com mais vontade de mudar o placar. Logo aos seis minutos, Carrasco recebeu um passe de Matheus Cunha furando a defesa adversária e chutou no canto direito de Diego López, fazendo o primeiro dos mandantes.

A equipe de Madrid se complicou após expulsão de Kondogbia aos 26 minutos. O volante colocou a mão na bola, o árbitro lhe deu o segundo cartão amarelo e marcou falta na entrada da área. Na cobrança, três minutos depois de ficarem em vantagem no número de jogadores em campo, Raúl de Tomás igualou o placar para os catalães, com uma falha do goleiro Oblak.

Mesmo com um a menos, o Atlético foi em busca da vitória e se jogou ao ataque. Nos acréscimos, o juiz viu um toque de mão dentro da área do Espanyol e marcou pênalti, gerando bastante polêmica. Carrasco foi para a cobrança e guardou o segundo dele no jogo, dando números finais ao duelo.

Com o resultado, os colchoneros chegaram a 60 pontos, ocupando a quarta posição do campeonato, e seguem vivo em busca da vaga para a próxima Liga dos Campeões, com três pontos de diferença do quinto colocado, Betis. Eles voltam a campo na próxima quarta-feira (20), contra o Granada.

facebooktwitterreddit