Opinião

Com Dentinho, Ceará pode sonhar mais alto, mas ainda precisa de mais reforços

Daniel Farias
Atacante brasileiro tem 33 anos e assinou com o Vovô para 2022
Atacante brasileiro tem 33 anos e assinou com o Vovô para 2022 / Chris Brunskill Ltd/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Ceará confirmou a contratação do atacante Dentinho. O jogador de 33 anos assinou com o Vozão até o final da temporada 2022 e retorna ao futebol brasileiro após anos atuando na Europa, onde vestiu as camisas de Shakhtar Donetsk (Ucrânia) e Besiktas (Turquia). No futebol do Brasil ele ganhou grande destaque quando atuava no Corinthians. Experiente e com longa bagagem, chega como uma das esperanças para o Ceará nesta temporada.

De fato, o Ceará não vive um momento tranquilo e seu torcedor tem buscado motivos para sorrir. No último final de semana a equipe foi eliminada nas quartas de final do Campeonato Cearense pelo Iguatu, o que resultou no desligamento de diversos profissionais de diferentes áreas do clube, incluindo o executivo de futebol Jorge Macedo, um dos responsáveis diretos pelas contratações realizadas pelo Vozão.

Dentro de campo, a equipe comandada pelo técnico Tiago Nunes ainda não conseguiu apresentar um futebol de alto nível e tem encontrado dificuldades contra adversários de nível considerado inferior. Um dos setores mais criticados é justamente o ataque, que não tem conseguido somar bons números desde a última temporada.

O atacante de 33 anos realmente pode ser um nome importante e seu estilo de jogo pode encaixar muito bem com seu novo parceiro de ataque, Vina. Os dois podem atuar de forma complementar e há grande expectativa entre os torcedores para ver os atletas jogando juntos. Apesar disso, a responsabilidade de transformar a atual realidade do Vovô não pode e não deve cair apenas sobre Dentinho. O atleta está longe do futebol brasileiro há muito tempo e vai precisar de tempo para adaptação.

Dessa forma, conclui-se que a diretoria alvinegra ainda precisa buscar mais peças para o elenco conseguir desempenhar um melhor futebol. A equipe ainda busca uma solução no meio-campo que faça com que a bola rode de forma mais dinâmica e chegue aos atacantes em melhor condição. Pontas que finalizam bem também seriam alternativas interessantes para Tiago Nunes.

facebooktwitterreddit