Copa América Feminina

Com autoridade, Brasil vence Uruguai e mantém 100% na Copa América Feminina

Bia Palumbo
Adriana repetiu a boa atuação da estreia e comandou vitória sobre as uruguaias na Copa América Feminina
Adriana repetiu a boa atuação da estreia e comandou vitória sobre as uruguaias na Copa América Feminina / Gabriel Aponte/GettyImages
facebooktwitterreddit

A 2ª rodada da Copa América Feminina terminou e o Brasil deixou para trás mais um adversário, o Uruguai, ao vencer por 3 a 0 com dois gols de Adriana, artilheira do torneio, e outro de Debinha, no Estádio Centenário, em Armênia (Colômbia).

A equipe comandada por Pia Sundhage foi dominante do início ao fim em termos de posse de bola, finalizações e tirou o zero do placar ainda no primeiro tempo. A chance mais clara da celeste foi com Carolina Birizamberri, que acertou a trave após uma falha do sistema defensivo das brasileiras explorando o lado direito.

Pia escalou o time com duas novidades - Fe Palermo e Debinha entraram nos lugares de Antônia e Gio Queiroz. A sueca usou o segundo tempo para testar opções, tanto que colocou em campo Duda, Duda Sampaio, Duda Santos e Kathellen.

Como goleou a Argentina na estreia, a seleção canarinho possui ainda o melhor ataque (sete gols), defesa menos vazada (sem sofrer gols) e a artilheira (Adriana, com quatro gols). Já o Uruguai sequer balançou a rede e acumulou a segunda derrota consecutiva porque na rodada de abertura tomou 1 a 0 da Venezuela.

facebooktwitterreddit