Com apoio dos "mecenas", nome da situação para concorrer à presidência do Galo está praticamente definido

Fabio Utz
DOUGLAS MAGNO/Getty Images
facebooktwitterreddit

É questão de dias (ou horas) para que Sérgio Coelho seja confirmado como candidato da situação à presidência do Atlético-MG. Dentro do grupo político que comanda o clube, ele é considerado um nome de consenso.

Coelho está respaldado pelos principais apoiadores financeiros da instituição, segundo o jornal O Tempo: Rubens Menin e o filho Rafael Menin, além de Ricardo Guimarães e Renato Salvador. No entanto, resta saber quem vai compor a chapa com ele, já que José Murilo Procópio e Fred Couto são cogitados.

O futuro candidato é ex-vice-presidente das gestões de Nélio Brant e Ricardo Guimarães, entre o fim dos anos 1990 e meados dos anos 2000. Ainda nesta quinta-feira, o atual presidente, Sérgio Sette Câmara, deve ratificar sua ausência do pleito, uma vez que já havia dito que só tentaria um novo mandato caso houvesse um comum acordo dentro de seu grupo político. A eleição está marcada para o dia 11 de dezembro, e Fabiano Cazeca pode lançar candidatura de oposição.

Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit