Coincidência? Casos de Covid se multiplicam no Galo após festa de dirigente que contou com Sampaoli e seus pares

Fabio Utz
Bruna Prado/Getty Images
facebooktwitterreddit

O Atlético-MG, desde o começo da pandemia, havia registrado apenas um caso positivo - Cazares, que inclusive já deixou o clube. Pois, nos últimos dias, nada menos que 24 integrantes do futebol do Galo foram infectados com o coronavírus, e um fato, segundo o GE.Globo, gerou uma repercussão altamente negativa junto à cúpula alvinegra: uma festa promovida pelo gerente Gabriel Andreata.

A informação, inicialmente, veio à tona através da Rádio Itatiaia. No início da semana passada, após o time golear o Flamengo por 4 a 0, o dirigente reuniu cerca de 50 pessoas em um restaurante em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte, para comemorar o resultado e, também, os seus 41 anos. O treinador Jorge Sampaoli, além de demais integrantes da comissão técnica, se fizeram presentes. E, coincidência ou não, todos eles agora estão com a Covid-19, assim como Andreata.

A situação ainda não foi digerida pelo presidente Sérgio Sette Câmara e seus pares. No entanto, o clube não vai se pronunciar publicamente sobre isso e, via assessoria, apenas diz que "tratará o assunto de forma interna". Nesta quarta-feira, sem Sampaoli e totalmente desfalcado, o Atlético-MG perdeu em casa para o Athletico-PR por 2 a 0 em jogo atrasado da sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, desperdiçou a chance de abrir cinco pontos de vantagem na liderança da competição.

Para mais notícias do Atlético Mineiro, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit