Seleção Brasileira

Cobiçado no mercado, Raphinha admite que Copa do Mundo pode pesar em decisão de futuro

Lucas Humberto
Cotado em gigantes europeus, o atacante titular da Canarinho evitou cravar sua saída do Leeds United
Cotado em gigantes europeus, o atacante titular da Canarinho evitou cravar sua saída do Leeds United / DOUGLAS MAGNO/GettyImages
facebooktwitterreddit

A ascensão de Raphinha na Premier League gerou vários impactos na vida do atacante. Entre eles, claro, as convocações para a Seleção Brasileira e a presença garantida no centro de rumores de mercado. De acordo com informações da imprensa estrangeira, Barcelona e Manchester United, entre outros gigantes europeus, mantêm o ponta destaque do Leeds United na mira.

A potencial transferência, contudo, não causa apenas euforia no driblador atleta de 25 anos. Em razão da proximidade da Copa do Mundo, também há preocupação. "Se eu falar que não pesa, estaria mentindo, sabendo que faltam menos de seis meses para Copa, tem que estar em atividade nos clubes, isso pesa na decisão, mas confio no meu potencial", pontuou em entrevista.

Raphinha Leeds Brasil Copa do Mundo Mercado
Raphinha foi um dos heróis que manteve o Leeds na elite inglesa / Alex Davidson/GettyImages

"Se for para ficar ou sair, vou dar meu melhor, buscar meu espaço e vou tentar estar bem para a Copa do Mundo", completou. Questionado sobre seu futuro, Raphinha evitou tratar do longo prazo: "O próximo jogo, contra o Japão". A partida amistosa mencionada pelo jogador acontece nesta segunda-feira (6), às 7h20 de Brasília, no Estádio Nacional.

"Depois vou de férias, tenho contrato com Leeds até 2024, meu futuro está nas mãos do Deco (empresário) e do Leeds, estou com a cabeça na Seleção, no jogo e também nas minhas férias, precisamos de férias. Tenho contrato com Leeds e essa questão quem resolve é meu empresário, quando tem algo certo, ele me passa"

Raphinha

Titular da Canarinho, o driblador ponta teve encaixe praticamente imediato no plantel de Tite. "Por mais que seja pouco tempo de trabalho que a gente tenha juntos, cada um conhece bem o outro dentro das suas características. O Ney consegue entender meu estilo, o estilo do Vini, o Paquetá entende o do Ney e assim por diante, a gente se entende ali", explicou.

Raphinha Mercado Copa do Mundo
Ponta teve encaixe imediato no grupo / Chung Sung-Jun/GettyImages

"Obviamente, por se conhecer pelo que vê na TV, nos treinamentos e o que vemos nos jogos. Por mais que seja pouco tempo de trabalho, conseguimos contribuir um com o outro", completou. Em oito compromissos com a Seleção Brasileira em menos de um ano, Raphinha anotou três gols. A performance o colocou entre os titulares habituais do técnico.

facebooktwitterreddit