Brasileiro Série B

Clima esquenta no Náutico após goleada e invasão de vestiário; Hélio dos Anjos se revolta

Nathália Almeida
Hélio dos Anjos se revoltou com invasão de vestiário
Hélio dos Anjos se revoltou com invasão de vestiário / Wilson Castro/W9 PRESS/GAZETAPRESS
facebooktwitterreddit

É oficial: o Náutico implacável e avassalador das primeiras 10 rodadas da Série B não existe mais. Com apenas uma vitória nas últimas cinco partidas, o time pernambucano foi a campo pressionado neste sábado (7) mas, mesmo em sua oscilação de rendimento, tinha status de amplo favorito diante do lanterna da competição, Confiança. O que nenhum torcedor do Timbu esperava é que a equipe sergipana dominaria as ações do duelo e construiria uma goleada histórica nos Aflitos.

Com gols de Rafael Vila (2x), Willians e Nirley, o Confiança simplesmente atropelou o Náutico por 4 a 0, impondo a primeira derrota do time pernambucano em casa desde outubro de 2020. O resultado inesperado e muito negativo gerou consequências ruins imediatas, com torcedores organizados do Alvirrubro invadindo os vestiários do estádio para cobrar jogadores do elenco. Como não poderia ser diferente, a situação incomodou muito o treinador Hélio dos Anjos, que usou a entrevista pós-jogo para desabafar e denunciar o ocorrido.

"Tinham duas pessoas e eu acho isso um absurdo. Dentro da minha casa, só entra quem eu quero. Quando eu estava chegando, esses dois elementos estavam no clube e não vou aceitar isso. Nós não podemos dar ações para essas pessoas. Temos que trabalhar para saber a responsabilidade de quem deixou. Não posso aceitar pressão física. Ninguém agrediu ninguém, mas ninguém ficou esperando ser agredido. Fiquei chateado, sim. Tão chateado quanto o resultado", afirmou.

Com campanha de oito vitórias, seis empates e duas derrotas, o Timbu segue na liderança da Série B com 30 pontos, mas agora acompanhado de perto por Coritiba (30), Goiás (27) e Avaí (27).

facebooktwitterreddit