Opinião

Champions League: por que Mohamed Salah deve ganhar a Bola de Ouro em caso de título

Nathália Almeida
Salah é um dos destaques da brilhante temporada vermelha
Salah é um dos destaques da brilhante temporada vermelha / Chris Brunskill/Fantasista/GettyImages
facebooktwitterreddit

Quando falamos de uma final de Champions League, sabemos que, de antemão, não se trata de um jogo comum, afinal, a decisão do maior torneio de clubes do futebol mundial nunca será uma partida corriqueira. Contudo, alguns confrontos tendem a ser mais especiais e ter mais "ingredientes extras" que outros. E esse é o exato caso do duelo entre Liverpool e Real Madrid, que se enfrentam neste sábado (28), no Stade de France em Paris, valendo o tão sonhado título continental.

Além de todo aspecto histórico que cerca este confronto entre dois dos três maiores campeões europeus, um dos ingredientes extras que apimenta esta final entre ingleses e espanhóis é a disputa particular entre os dois principais jogadores dos respectivos finalistas: de um lado estará o astro Karim Benzema, referência do Real Madrid que vive sua temporada mais letal; do outro, temos o sempre decisivo Mohamed Salah, goleador do Liverpool que segue em mais um ano inspirado.

Karim Benzema, Mohamed Salah
Benzema e Salah são os destaques de seus respectivos times / Soccrates Images/GettyImages

Ambos fazem uma temporada espetacular e o desfecho da grande decisão pode acabar influenciando diretamente na definição de quem leva a Bola de Ouro, premiação individual mais conceituada do esporte. Há argumentos possíveis para que qualquer um dos dois centroavantes saia de 2021/22 com a honraria mas, caso os Reds levantem a "Orelhuda" na capital francesa, Mo Salah deve ser coroado o melhor do mundo da temporada. E vamos explicar o porquê.

Em primeiro lugar, estaríamos falando de uma temporada marcada por três títulos conquistados (FA Cup, Carabao Cup e Champions) e outros dois vice-campeonatos somados (Premier League, Copa Africana de Nações). Como as taças erguidas sempre entram na matemática dos prêmios individuais, não se pode negar que Salah teria vantagem sobre Benzema em caso de conquista europeia.

Além disso, o atacante egípcio tem números explosivos no ano esportivo - 31 gols e 16 assistências -, tendo sido o artilheiro máximo do campeonato nacional mais forte e equilibrado da Europa, a Premier League, com 23 tentos. O camisa 11 ainda é o principal goleador do Liverpool nesta UCL com 8 gols, desempenho menos artilheiro que Benzema na competição. Por isso, Salah sabe que precisará de uma grande exibição em Paris se quiser surpreender na corrida pela Bola de Ouro. Será?

Mohamed Salah
Salah faz uma grande temporada / Chris Brunskill/Fantasista/GettyImages
facebooktwitterreddit