Champions League

Champions League: Manchester City goleia com show de Haaland, Borussia Dortmund vence e Sevilla é lanterna do grupo

Bia Palumbo
Manchester City jogou fora de casa mas goleou o Sevilla
Manchester City jogou fora de casa mas goleou o Sevilla / Soccrates Images/GettyImages
facebooktwitterreddit

Artilheiro em todas as estreias de Champions League, Erling Haaland novamente comprovou que o faro de gol segue apurado ao marcar em dose dupla no 4 a 0 do Manchester City sobre o Sevilla, nesta terça (6) em pleno Estádio Ramón Sánchez Pizjuán.

O placar traduz a realidade da partida. O bicampeão inglês saiu na frente logo aos 20 minutos, quando Haaland completou uma jogada do belga De Bruyne. O norueguês marcou de novo no segundo tempo e quase anotou um hat-trick, mas a finalização acrobática saiu por cima da meta de Bono.

O camisa 9 do City chegou a 25 gols em 20 jogos de Champions e apenas 31 jogadores já marcaram mais do que ele em toda a história do torneio.

O Sevilla voltou do intervalo com duas mudanças e esboçou uma reação no início do segundo tempo, mas logo aos 5 minutos os visitantes já levaram perigo outra vez, quando Bono defendeu um chute cara a cara com De Bruyne.

A partir daí foi questão de tempo para Foden marcar o terceiro e Rúben Dias completar a festa azul quando inclusive Guardiola já tinha preservado alguns titulares, lançando a campo nomes como Julian Álvarez, Kalvin Phillips e Mahrez, que criou a jogada para o zagueiro balançar a rede.

Ainda sem vencer na temporada, o time espanhol pouco produziu e ainda não conseguiu evitar um placar elástico, o que pode ser prejudicial em termos de classificação pensando no saldo de gols, um dos critérios de desempate de um grupo equilibrado que ainda tem Borussia Dortmund e Copenhagen, sendo que os alemães venceram por 3 a 0 na estreia.

Borussia Dortmund comemora vitória sobre Copenhagen na estreia da Champions League
Reyna deu duas assistências e Borussia Dortmund convenceu na estreia / UWE KRAFT/GettyImages

Mais cedo, no Signal Iduna Park, o Dortmund recebeu o Copenhagen, que havia disputado os playoffs e estava invicto até então. Os donos da casa sentiram a falta de um homem de referência desde a saída de Haaland e também estavam sem Haller, contratado para substituir o astro que foi para o City, nem Adeyemi, revelação do futebol alemão que está lesionado.

Mesmo assim o setor ofensivo mostrou eficiência e repertório, com grande atuação de Marco Reus, Jude Bellingham e Giovanni Reyna, autor de duas assistências. Os dois primeiros fizeram os gols e Raphael Guerreiro ampliou para 3 a 0, igualando a melhor vitória do time na temporada, que tinha sido na Copa da Alemanha. Este ainda foi o terceiro jogo consecutivo sem sofrer gols, mesmo com uma dupla de zaga recém-formada por Niklas Süle e Nico Schlotterbeck.

Manchester City lidera o grupo G no saldo de gols, seguido pelo Borussia Dortmund, que também somou três pontos, enquanto Copenhagen e Sevilla não pontuaram e se enfrentam na próxima rodada na Dinamarca. Enquanto isso, ingleses e alemães disputam o 1º lugar no Ettihad Stadium. Ambos os jogos estão previstos para daqui a duas semanas, em 14 de setembro, uma quarta-feira.

facebooktwitterreddit