Champions League

Champions League: Liverpool toma susto, mas bate Villarreal e vai para terceira final em cinco anos

Matheus Nunes
Reds começaram mal, porém marcàran três gols no segundo tempo e se classificaram
Reds começaram mal, porém marcàran três gols no segundo tempo e se classificaram / David Ramos/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Liverpool dependia apenas dele para avançar à final da Champions League, após vencer a primeira semifinal por 2 a 0. Nesta terça-feira (3), a equipe de Jürgen Klopp visitou o Villarreal e conseguiu derrotar os donos da casa por 3 a 2 de virada, após levar um susto no primeiro tempo, e carimbou a vaga para decidir o título em 28 de maio no Stade de France.

O Submarino Amarelo abriu 2 a 0 no primeiro tempo com Dia e Coquelín, acabando com a vantagem dos Reds. Até então, parecia ser uma recuperação surpreendente e os espanhóis estavam levando o duelo para a prorrogação. O desempenho fez com que os torcedores presentes no El Madrigal acreditassem no sonho da classificação, mas tudo veio por água abaixo na etapa final.

Com a entrada de Luis Díaz no segundo tempo, tudo mudou. A reação dos ingleses começou aos 17 minutos, em jogada individual de Fabinho, que chutou por entre as pernas do goleiro. O empate veio cinco minutos depois em cabeçada precisa do atacante colombiano. Ainda deu tempo de Mané aproveitar uma falha do goleiro, que tentou sair jogando e deixou o gol vazio para o senegalês decretar a virada.

A campanha do Liverpool na atual edição de Champions League é surpreendente. Os Reds venceram todos seus jogos fora de casa, chegando à decisão da competição pela teceira vez em cinco anos. Esta também é a temporada mais goleadora da equipe na história.

Teve polêmica de arbitragem

Giovani Lo Celso, Alisson Becker
Goleiro brasileiro derrubou o jogador do Villarreal dentro da área / Quality Sport Images/GettyImages

Aos 36 minutos do primeiro tempo da partida entre Villarreal x Liverpool, pela Champions League, Lo Celso e Alisson trombaram dentro da área, mas o árbitro holandês Danny Makkelie entendeu como lance normal e o jogo seguiu. Os jogadores do Submarino Amarelo reclamaram bastante pedindo a marcação do pênalti.

Seis vezes campeão europeu, o clube inglês vai disputar a finalíssima pela terceira vez nas últimas cinco temporadas. Em 2017/18 deu Real Madrid e no ano seguinte os Reds levantaram a taça ao ganhar do Tottenham.

facebooktwitterreddit