São Paulo

Ceni vê nervosismo de Thiago Couto como natural e acredita em evolução do jovem goleiro do São Paulo

Fabio Utz
Jovem tem apenas 23 anos e fez terceira partida como titular do São Paulo
Jovem tem apenas 23 anos e fez terceira partida como titular do São Paulo / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Thiago Couto fez, nesta quinta-feira, apenas a sua terceira partida como goleiro titular do São Paulo. E, na opinião Rogério Ceni, o garoto ainda tem muito a evoluir.

Rogério Ceni Goleiro São Paulo Thiago Couto Futebol
Rogério Ceni se consagrou como o maior goleiro da história tricolor / Alexandre Schneider/GettyImages

Para o atual técnico tricolor, que se consagrou no clube no Morumbi justamente na posição de Thiago, é natural que, com apenas 23 anos, o atleta apresente um certo nível de nervosismo. O pênalti cometido, naturalmente, poderia ser evitado, mas a defesa na cobrança pode elevar o nível de confiança do jovem.

"É um menino que joga mais do que ele mostrou. Conheço o Thiago do dia a dia, joga muito bem com os pés. Eu com 30 anos sentia que tinha dias que eu não tinha confiança, não executava tudo que treinava. O nervosismo é natural e está estampado no olhar dele, mas com o passar dos jogos irá jogar melhor. É a natureza da vida."

Rogério Ceni, sobre Thiago Couto

O São Paulo, com a lesão de Jandrei, está no mercado em busca de mais um goleiro. O clube tentou a contratação de John, mas o Santos recusou a proposta de cerca de R$ 6 milhões. Nomes como Felipe Alves (Juventude) e Diego Alves (Flamengo), com quem Ceni já trabalhou, são ventilados - além de Rafael Cabral (Cruzeiro) e Jailson (sem clube). "Infelizmente não temos como fazer uma proposta elevada. Se não conseguirmos, o Thiago continua jogando", cravou o treinador.

Para mais notícias do São Paulo, clique aqui.

facebooktwitterreddit