Olimpíadas

Celebração, brincadeiras e sonhos: o que disseram os brasileiros depois do bicampeonato olímpico

Lucas Humberto
Seleção brasileira foi coroado com o bi neste sábado
Seleção brasileira foi coroado com o bi neste sábado / TIZIANA FABI/Getty Images
facebooktwitterreddit

A seleção brasileira voltou ao lugar mais alto do pódio depois de cinco anos! Neste sábado (07), os comandados de André Jardine aplicaram 2 a 1 na Espanha, com gols de Matheus Cunha e Malcom, este último já na prorrogação, e Oyarzabal por La Roja. A equilibrada conquista teve "requintes de crueldade" aos torcedores, que testemunharam um duelo de alternância, jogadas agudas, pênaltis perdidos, bolas na trave, entre outros. Agora, resta comemorar.

Com a palavra, os campeões:

1. Richarlison analisa partida e manda indireta para Neymar

Richarlison  Olimpíadas Artilheiro Espanha Final
Richarlison foi o artilheiro das Olimpíadas / TIZIANA FABI/Getty Images

"Hoje não era dia de a bola entrar. Faltou um pouco de sorte. Faz parte do jogo. O importante é que quem entrou, entrou bem. Valeu todo o sacrifício no nosso clube, nos treinamentos, cada injeção para poder jogar. Esse grupo mereceu essa conquista, agora é comemorar bastante. Todo mundo está de parabéns", avaliou.

Com cinco gols na competição, o artilheiro ainda mandou uma indireta para Neymar: "Tá vendo aí, né, Neymar? Falou que eu iria sentir a pressão. Peguei a 10, meti gol, fui o artilheiro da competição e campeão. Agora vai ter que me aguentar!".

2. Antony relembra a conquista do penta

Antony Olimpíada Tóquio Brasil Espanha Final
Gol do título veio depois de um passe açucarado de Antony / Francois Nel/Getty Images

"Antes do jogo o Jardine até falou sobre isso, mostrou o Cafu levantando a taça e é um privilégio, uma honra ser campeão de novo aqui, porque esse grupo e o grupo deles também merece", ressaltou o jogador do Ajax, dono da assistência que resultou no gol de Malcom.

3. Guilherme Arana comenta suas expectativas futuras

Guilherme Arana Brasil Espanha Olimpíadas Tóquio Final Ouro
Lateral foi um dos grandes destaques da seleção / Abbie Parr/Getty Images

"Próximo sonho eu nunca escondi de ninguém: é disputar uma Copa do Mundo. Vou trabalhar em cima disso, professor Tite já me conhece e sei também que ele sempre dá oportunidade para quem trabalha. Então, vou seguir trabalhando nesse ritmo e quem sabe bater lá na principal", falou o lateral do Atlético-MG.

4. Diego Carlos fala sobre a importância do grupo

Diego Carlos Sevilla Seleção Olimpíadas Tóquio Final
Atleta do Sevilla elogiou o grupo / Abbie Parr/Getty Images

"A gente é um grupo espetacular, um grupo que não ligou pra extracampo, a gente focou sabendo que tinha uma família aqui dentro e o resultado está aí", avaliou o jogador do Sevilla.

5. André Jardine sobre o adversário

Brasil Espanha Olimpíadas Tóquio Final
Jardine falou sobre a qualidade do adversário / LOIC VENANCE/Getty Images

"Uma grande final, uma grande equipe do outro lado, uma escola difícil de se enfrentar, que tem o controle da bola, luta pra não entregar, mas a gente construiu uma equipe com muita determinação, com muito brio, que não se entregou em nenhum momento, que queria muito conquistar esse ouro. É uma alegria poder ver a realização do sonho de todos eles, do nosso, e poder trazer pro Brasil uma segunda medalha consecutiva".

6. Daniel Alves agradece ao povo brasileiro

Daniel Alves São Paulo Olimpíada Tóquio
Capitão agradeceu ao povo brasileiro pela torcida / TIZIANA FABI/Getty Images

"Poder ser um atleta olímpico, estar aqui representando minha Bahia, meu Nordeste, as pessoas que eu amo, as pessoas que batalham comigo, é muito incrível, e gostaria de compartilhar isso com todos eles. Queria agradecer a todos que acreditam em mim".

"Isso é a realização de um sonho, não só por ser um atleta olímpico, mas por subir na parte mais alta do pódio, isso representa muito pra nós. A gente sabia que a luta ia ser muito difícil, mas que no final ia valer a pena. E assim foi, estamos muito felizes".

"Valeu a pena todo esforço, todo sacrifício feito, o jogo estava sendo muito cedo, mas a gente também sabe que tem muita gente torcendo por nós, vibrando com a gente. A energia quando ela é pura, ela chega, pode atravessar o mundo ela chega e a gente sentia que estava representando uma nação que atravessa momentos difíceis".

7. Os autores dos gols

Matheus Cunha Malcom Olimpíadas Ouro Tóquio Final
Autores dos gols comentam a sensação do ouro olímpico / ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/Getty Images

Matheus Cunha: "Na troca do clube, quando eu saio do Leipzig pro Hertha [Berlim], foi porque eu não abri mão de estar no pré-olímpico. E hoje nas Olimpíadas vir e fazer um gol num momento tão importante, é muito gratificante. É só agradecer".

Malcom: "A gente sabia da dificuldade da seleção da Espanha, da capacidade deles, que eles têm muita calma, e jogar sem a bola é muito difícil. Ainda mais contra eles, que tem a qualidade de poder atacar e pressionar rápido. Então a gente sabia que ia ser um jogo truncado do começo ao fim, mas nós sabíamos da nossa qualidade. A gente sabia que quem tivesse no banco ia entrar e fazer a diferença".

facebooktwitterreddit