Brasileirao Série A

CBF divulga áudio do VAR de polêmico lance em Goiás x Flamengo, pelo Brasileirão

Lucas Humberto
Com pano de fundo polêmico, Esmeraldino e Rubro-Negro empataram em 1 a 1
Com pano de fundo polêmico, Esmeraldino e Rubro-Negro empataram em 1 a 1 / Andressa Anholete/GettyImages
facebooktwitterreddit

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou o áudio da arbitragem no lance do gol de Matheus França, que definiu o empate em 1 a 1 entre Goiás e Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro. Na ocasião, o árbitro de vídeo Rafael Traci (SC) e o dono do apito Ramon Abatti Abel (SC) revisaram o lance em razão de uma possível falta de Léo Pereira.

Jair Ventura, técnico do Goiás
Jogada do gol rubro-negro gerou revolta nos esmeraldinos / Andressa Anholete/GettyImages

VAR: Eu não vejo falta. Ele tem o toque, e ele não segura. Para mim, não tem esse toque no braço do goleiro. Foi ombro. Eu te recomendo a revisão por possível não falta no goleiro.

Árbitro: Ele desvia antes, não pega a bola. Ele não tem posse de bola, o entendimento de campo era que tinha, mas ele não tem. O gol é legal.

A construção do polêmico lance veio após cobrança de escanteio de Arrascaeta. Léo Pereira dividiu no alto com o goleiro Tadeu, e Matheus França aproveitou a sobra para marcar. Em campo, o árbitro entendeu ter havido falta do zagueiro rubro-negro, mas, depois da revisão no VAR, validou o gol. A decisão gerou revolta nos esmeraldinos.

"Não tem polêmica. Foi falta. A bola estava na minha mão, estava em posse minha", afirmou Tadeu. Léo Pereira, por outro lado, deu sua versão: "Eu cabeceei, fui parar até dentro do gol depois do cabeceio. Acho que foi um lance normal, o VAR checou, viu que estava tudo certo. Nós temos que confiar nele, como a gente vem confiando".

facebooktwitterreddit