Futebol brasileiro

CBF ameaça clubes e cita Globo contra paralisação das competições nacionais em 2021: 'Vocês estão f..."

Fabio Utz
Mar 23, 2021, 12:24 PM GMT-3
Presidente da CBF, Rogério Caboclo, insistiu para a manutenção do futebol em reunião virtual com mandatários dos clubes.
Presidente da CBF, Rogério Caboclo, insistiu para a manutenção do futebol em reunião virtual com mandatários dos clubes. | NORBERTO DUARTE/Getty Images
facebooktwitterreddit

A Confederação Brasileira de Futebol é contra a paralisação dos campeonatos nacionais em 2021. E, segundo o presidente Rogério Caboclo revelou em reunião com representantes de clubes das Séries A e B, tem aliados importantes: a TV Globo, detentora dos direitos de transmissão dos principais torneios da temporada (Campeonato Brasileiro, Copa do Brasil e Supercopa do Brasil), e os respectivos patrocinadores.

O jornal O Dia teve acesso a um debate ocorrido, de forma virtual, no dia 10 de março. Nele, Caboclo chegou a falar de forma áspera, em tom de ameaça. "As pessoas em casa sob bandeira vermelha, sob bandeira preta... Eu não abrirei mão a não ser sob doutorado dos senhores de deixar de jogar as competições nacionais e retirar nas internacionais e incorporar as Estaduais... Então, por gentileza, vamos pensar agora: nós podemos parar o futebol? a Rede Globo não quer. Ninguém quer (parar o futebol), seus patrocinadores não querem. E se parar sabe quando nós temos a segurança de dizer que a gente pode voltar? Nunca. No dia que o governador do Mauricio (não cita o sobrenome) disser que pode. No dia que o prefeito de São Nunca disser que pode... Eu não vou estar à mercê de nenhum deles. Eu vou... Landim, Galiotte, todos os presidentes.. eu vou mandar no futebol brasileiro e vou determinar que vai ter competição e que vocês estão fodidos se não tiver", disse.

Em determinado momento o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, tentou tomar a palavra. "Podemos voltar a discutir esse assunto em outro momento, Rogério?", questionou. A resposta veio de forma imediata. "Por que em outro momento?" O mandatário alviverde, então, explicou. Porque acho que a discussão é um pouco mais ampla, mas vou encerrar aqui a minha colocação." Por fim, Caboclo se posicionou. "Ótimo." Ao final, o presidente da CBF fez uma rápida votação: "Algum presidente aqui presente é contra a continuidade?". Houve silêncio na sala virtual.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit