Brasileirao Série A

Cássio admite atuação ruim do Corinthians, mas pede apoio da Fiel: 'Com a torcida, fica mais fácil'

Nathália Almeida
Corinthians ficou no empate por 1 a 1 contra o América-MG
Corinthians ficou no empate por 1 a 1 contra o América-MG / SOPA Images/GettyImages
facebooktwitterreddit

Quando adentrou a Neo Química Arena no início da noite deste domingo (29), o Corinthians sabia que precisaria da vitória para reassumir a liderança do Campeonato Brasileiro, posição tomada pelo Palmeiras a partir do triunfo mais cedo no clássico contra o Santos. A pressão sobre o time de Vítor Pereira, no entanto, não resultou na resposta esperada pela Fiel: empate por 1 a 1 diante do América-MG, resultado que empurrou o Timão para a segunda colocação da tabela.

Inferior em relação ao seu adversário durante boa parte do confronto, o Corinthians só conseguiu sair de Itaquera com um ponto somado graças ao gol de Gustavo Mosquito, já nos minutos finais do duelo. Aloísio Boi Bandido, ex-São Paulo, anotou o tento dos visitantes, abrindo o placar na capital paulista. Em entrevista concedida após o encerramento do jogo, Cássio admitiu que o Timão não fez um bom jogo, mas pediu apoio da Fiel, ressaltando que a equipe alvinegra está brigando no topo da classificação.

Renato Augusto
Corinthians caiu para a segunda posição / Ricardo Moreira/GettyImages

"Melhorar tem que melhorar sempre. Mas melhorar com o apoio da torcida é mais fácil e no ponto de vista não fizemos o melhor jogo hoje. Infelizmente não conseguimos a vitória, mas vamos continuar trabalhando. Acho que estamos na liderança, conseguimos, vamos pegar uma equipe difícil na Libertadores, mas estamos confiantes na classificação e acho que a gente é bastante homem para assumir as coisas e tem muito respeito pelo trabalho. O torcedor tem o direito de cobrar, não tem problema. A gente sempre luta pelo melhor do Corinthians. Essas coisas acontecem, mas acho que nem tudo errado estamos fazendo, porque uma equipe que está liderando o campeonato errado não está", afirmou.

"Acho que um time como o Corinthians quando fica sem títulos muito tempo a pressão aumenta. Eu não estou dando indireta para a torcida, cada um tem seu direito. Mas a torcida apoiando nos 90 minutos fica mais fácil. Vamos trabalhar para fazer melhores jogos e deixar o Corinthians no lugar que merece"

Cássio, em entrevista pós-jogo

O Corinthians volta a campo no próximo sábado, 4 de maio, quando visita o Atlético-GO em Goiânia.

facebooktwitterreddit