The Players' Tribune

Em carta ao The Players' Tribune, Willian Bigode agradece por apoio em momento mais difícil de sua vida: “Marcante”

Redação 90min
Atacante pede para torcida "acreditar no Palmeiras" na final da Libertadores diante do Flamengo
Atacante pede para torcida "acreditar no Palmeiras" na final da Libertadores diante do Flamengo / Pool/GettyImages
facebooktwitterreddit

Com mais de 250 jogos pelo Palmeiras, o atacante Willian se tornou, não por acaso, uma referência do elenco alviverde. Nesta sexta-feira, às vésperas da final da Libertadores contra o Flamengo, o Bigode deu outra demonstração de como é identificado com o clube e a torcida. Em carta emocionante ao The Players' Tribune, ele resume um pouco da influência que exerce sobre os companheiros de time, mesmo estando na reserva.

"Quando eu não jogo, acho que contribuo dando uma força para um companheiro mais jovem que também está no banco, fazendo ele ver que ficar bravo ou tomar atitudes ruins pode nos prejudicar. Que, em vez de lamentar, é melhor a gente estar pronto pra entrar, nem que sejam só 5 minutos. Muita coisa acontece no futebol em 5 minutos", escreve o atacante.

Um dia depois da classificação contra o Atlético-MG na semifinal da Libertadores, Willian recebeu a notícia da perda do filho Antonio Miguel, que tinha apenas 25 semanas de gestação. O ídolo palmeirense conta que o clube o apoiou integralmente neste momento, além de demonstrar gratidão pelas manifestações de carinho da torcida e de um torcedor específico.

"O Palmeiras foi bastante sensível com tudo. Eu pude me afastar por alguns dias, ficar com minha esposa e, na intimidade, viver o nosso luto. Esse tempo foi fundamental para nos ajudar a seguir em frente. Mas, além do acolhimento por parte da família, amigos, colegas de profissão, direção e de toda torcida, teve um episódio que me faltam palavras de novo pra descrever", lembra, antes de agradecer ao garoto Matheus, de 8 anos, que o presenteou com um desenho antes do jogo contra o Ceará, em Fortaleza.

"Matheus, se você estiver lendo esta carta, eu quero que você saiba: nunca, jamais vou esquecer o que você fez por mim, minha esposa, minha família. Foi algo marcante entre tantas emoções que o futebol me proporcionou. Muito obrigado."

Willian também relembrou a campanha do título continental no ano passado ao pregar confiança da torcida na conquista do bicampeonato, que estará em jogo neste sábado, a partir das 17h, em Montevidéu, no estádio Centenário.

"Foi assim, acreditando, que saiu o gol do Breninho na final da Libertadores do ano passado. Pra muita gente o jogo estava indo para a prorrogação. Mas nós acreditamos. Nós lá dentro ou na beirada do campo, nós na arquibancada, nós no colo de nossos pais assistindo pela TV(...) Acreditar em mais uma conquista da América. Acreditar no Palmeiras. Acreditar."


Leia a carta de Willian na íntegra.

facebooktwitterreddit