Flamengo

Carlos Carvalhal volta a falar do Flamengo e revela motivo de ter recusado oferta do clube

Antonio Mota
Carlos Carvalhal não aceitou convite do Flamengo por medo da pandemia da Covid-19.
Carlos Carvalhal não aceitou convite do Flamengo por medo da pandemia da Covid-19. / NIKOLAY DOYCHINOV/GettyImages
facebooktwitterreddit

Após perder Jorge Jesus para o Benfica, no ano passado, o Flamengo mapeou o mercado de treinadores ao redor do mundo e, no processo, sondou alguns possíveis candidatos a dar sequência aos trabalhos do Mister. À época, antes de fechar com Domènec Torrent, o Rubro-Negro colocou o técnico Carlos Carvalhal como prioridade, mas o português acabou dizendo ‘não’ ao clube.

Em entrevista recente à Sky Sports, Carvalhal falou sobre o antigo convite do Fla e revelou o motivo de não ter aceitado o desafio na América do Sul. “A minha mulher, o meu filho e a minha filha disseram todos o mesmo. Estávamos no meio de uma pandemia [da Covid-19], era perigoso porque ninguém sabia o que ia acontecer. Foi então que decidi que não podia ir para o Brasil”, explicou.

Carlos Carvalhal  Flamengo
Carlos Carvalhal era a primeira opção do Flamengo para substituir Jorge Jesus. / MB Media/GettyImages

No ano passado, na época da oferta do Flamengo, o compatriota de Jorge Jesus estava desempregado. O treinador de 55 anos, no entanto, não ficou muito tempo à disposição do mercado e pouco após a proposta do clube do Rio de Janeiro fechou com o Braga, de Portugal, onde enfrentou e até venceu o Mister. O luso continua trabalhando no time luso.

Sem Carvalhal, o Rubro-Negro fechou com Domènec Torrent. O catalão, porém, não correspondeu e foi substituído por Rogério Ceni. Hoje, o Fla é liderado por Renato Gaúcho.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.

facebooktwitterreddit