Santos FC

Carille é avisado pela diretoria, e dupla deve deixar o Santos em 2022

Nathália Almeida
Dois jogadores do elenco alvinegro não devem seguir no clube
Dois jogadores do elenco alvinegro não devem seguir no clube / Luiz Erbes/Agif/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Passando por momentos difíceis na atual temporada, o Santos segue trabalhando nos bastidores para que o próximo ano esportivo seja mais tranquilo. E um dos fatores que preocupa a diretoria para 2022 são os contratos profissionais em reta final, até porque, já adentramos o mês de outubro e várias situações seguem pendentes na Vila Belmiro.

Ao mesmo tempo em que tenta renovar o vínculo de alguns de seus jovens talentos, como Vinícius Balieiro, o Peixe dá sinais claros de que não pretende manter determinados veteranos que hoje integram o plantel alvinegro. Dois nomes que parecem "com os dias contados" no Santos são Jean Mota e Cleber Reis, ainda que suas situações sejam consideravelmente distintas.

Jean Mota
Jean Mota deve deixar o Santos em 2022 / Miguel Schincariol/Getty Images

O meia tem vínculo com o Peixe até meados de 2022 e, segundo o presidente Andrés Rueda em entrevista à Gazeta Esportiva, ainda não foi procurado pela diretoria para negociar renovação. Isso indica que o Peixe pretende negociá-lo na próxima janela de transferências do futebol europeu, o mercado de inverno, entre dezembro e janeiro. O objetivo do clube, portanto, é tentar capitalizar algo com a saída de Jean Mota.

A situação de Cleber Reis é diferente. Fora dos planos, o zagueiro não tem sido aproveitado pelo Peixe e vem treinando em separado do elenco principal, junto ao time B, mas ainda assim recusou a ideia de fechar um acordo com a diretoria alvinegra para deixar o clube. Nessa mesma entrevista concedida a Gazeta, Rueda afirmou que "tentou de tudo para fazer um acordo, mas ele não quis", indicando que o defensor ficará na Vila Belmiro até o seu contrato expirar, em 30 de janeiro de 2022.

facebooktwitterreddit