Copa do Mundo 2022

Byron Castillo, Equador e Copa do Mundo: caso ganha novo capítulo após vazamento de áudio: 'Consolida a denúncia'

Antonio Mota
Presidente da ANFP diz que áudio sobre nacionalidade de Byron Castillo ‘consolida denúncia’. Entenda.
Presidente da ANFP diz que áudio sobre nacionalidade de Byron Castillo ‘consolida denúncia’. Entenda. / MARCELO HERNANDEZ/GettyImages
facebooktwitterreddit

O “caso Byron Castillo” ganhou um novo capítulo na noite da última segunda-feira, 12, após o Jornal Daily Mail, da Inglaterra, revelar um áudio em que o lateral-direito suspostamente fala que nasceu na Colômbia. Conforme o “ge”, a Federação de Futebol do Chile (ANFP) já ficou a par da situação e pretende utilizar o áudio no processo em que tenta ficar com a vaga do Equador na Copa do Mundo do Catar – lembrando que o Comitê de Apelações da Fifa vai julgar o recurso do caso nesta quinta-feira, 15.

“Isso nos ajuda a ter esperança. Fundamenta mais e dá mais força à nossa posição. É uma evidência externa, que não está dentro das provas que apresentamos, mas consolida mais nossa denúncia. Agora é esperar o que o Comitê de Apelações vai decidir. Agora estamos sujeitos à determinação. Tomara que a decisão seja justa. Nós vamos seguir até as últimas consequência”, declarou Pablo Milad, presidente da ANFP.

Pervis Estupiñan, Byron Castillo
“Caso Byron Castillo” segue movimentando os bastidores da Copa do Mundo. / Pool/GettyImages

O cartola da ANFP deu a declaração horas após a publicação do Daily Mail. Milad entende que o Equador utilizou Byron Castillo de forma irregular nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. O Chile defende que o lateral disputou oito partidas em tal condição e, por isso, iniciou essa disputa extracampo. Vale mencionar que, em junho, a Fifa tomou uma primeira decisão sobre o caso e encerrou o processo. A Federação Chilena recorreu.

Em contato com o “ge”, o advogado Eduardo Carlezzo, brasileiro que representa a ANFP no caso, falou sobre o áudio e disse que pretende utilizá-lo no processo. “Sabíamos que esse áudio existia, porque era claramente mencionado em documentos oficiais no Equador, mas desconhecíamos seu conteúdo. A gravação valida tudo o que dissemos desde o início desse caso... Agora precisa ser apresentado como evidência ao Comitê de Apelação da Fifa antes da audiência de quinta-feira”, declarou.

Em sua publicação, o Daily Mail informou que o áudio é de uma entrevista realizada pela própria Federação Equatoriana de Futebol (FEF), em 2018. Na oportunidade, a FEF estaria fazendo uma investigação. Além disso, o tabloide britânico mostrou ainda um documento, que resultou do processo citado, que prova que Byron Castillo é colombiano. A FEF, apesar de ter atestado a nacionalidade do lateral, teria escondido a ilegalidade dos documentos equatorianos de Castillo. A Federação do Chile alega no processo junto à Fifa que o lateral utilizou uma certidão de nascimento falsa, uma declaração de idade falta e um registro de nacionalidade falso.

A defesa de Byron Castillo

Em conversa com a Rádio Mach Deportes, do Equador, o advogado Andrés Holguín, que representa Byron Castillo, não mostrou grandes preocupações com o vazamento. “No processo na Fifa, esse áudio não pode ser apresentado como prova já que não foi apresentado em primeira instância, tampouco na apelação. Isso não afeta nada, iniciou. O advogado disse ainda que Castillo não é obrigado a participar do processo.

“A legislação suíça permite que Byron Castillo possa recorrer ao direito de silêncio. Sabemos que depois vão ao TAS (Corte Arbitral do Esporte), mas isso não nos tira o sono”, finalizou. “Ele não tem a obrigação legal de comparecer, não é parte [do processo]. Num julgamento, se minhas testemunhas decidem não ir, não posso forçá-las... É muito provável que o jogador nem apareça para declarar”, completou Holguín, em outra entrevista, essa para a rádio argentina La Redonda.

Fora da Copa do Mundo, o Chile quer “tomar” a vaga do Equador. A Roja defende que os equatorianos percam os pontos das partidas em que Castillo entrou em campo. A federação do país faz uma conta em que ficaria com a quarta colocação na tabela das Eliminatórias da América do Sul.

facebooktwitterreddit