Brasileirao Série A

Quatro bolas na trave e mais: Santos quebra tabu de três anos contra o Atlético-MG em resultado heroico no Mineirão

Bia Palumbo
Savinho e Lucas Pires foram personagens decisivos no jogo
Savinho e Lucas Pires foram personagens decisivos no jogo / Pedro Vilela/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um dos clubes que poderia entrar no G-6 nesta 11ª rodada é o Santos, que foi ao Mineirão neste sábado (11) e conseguiu algo que não conseguia desde 2019, que é tirar pontos do Atlético-MG como visitante. Desde então eram três vitórias do Galo, sequência que foi interrompida graças a um gol de pênalti convertido por Rwan Seco.

A partida foi movimentada, com direito a quatro bolas na trave (Eduardo Bauermann, Rwan Seco e Bruninho, do Peixe, e Hulk, do Galo) e expulsão de Lucas Pires, lateral do time da Vila Belmiro.

Valente, o alvinegro paulista tomou o gol de Savinho logo aos 5 minutos de jogo após bom cruzamento de Keno pela esquerda e uma finalização de primeira indefensável para João Paulo. Para piorar, Madson sentiu uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda e então Fabián Bustos foi obrigado a fazer a primeira substituição aos 12 minutos. Ele colocou em campo Auro, lateral de ofício, que disputou apenas a oitava partida dele na temporada.

Apesar dos mandantes tomarem a iniciativa, o Santos também incomodava o rival, sendo que a primeira chance de perigo foi aos 14, quando Eduardo Bauermann subiu mais do que todo mundo e cabeceou no travessão. O goleiro Everson ainda salvou dois chutes perigosos de Bryan Angulo e Bruno Oliveira, que entrou no segundo tempo. E ainda teve um gol anulado de Zanocelo por impedimento.

Com Rafael Traci na cabine, o VAR também trabalhou em lances capitais, como por exemplo para confirmar o gol de empate, um lance em que Jair deslocou Bauermann na área, e também ao recomendar a revisão que resultou no cartão vermelho de Lucas Pires. Marcelo de Lima Henrique deu amarelo quando o lateral puxou pela camisa Savinho, que partia em direção ao gol, porém mudou de ideia ao analisar a falta no monitor. E na cobrança foi a vez de Hulk acertar o poste direito.

Dois jogadores que saíram do banco viraram protagonistas de um dos lances mais importantes da partida. No final do segundo tempo, quando estava 1 a 1, Eduardo Sasha se atirou na bola e tocou para o gol, ela desviou em Bauermann e já tinha passado pelo goleiro, porém só não entrou porque Felipe Jonatan fez o corte. As interrupções por interferência do árbitro de vídeo e substituições provocaram oito minutos de acréscimos, no entanto o placar continuou o mesmo.

Artilheiro do Galo nesta noite e responsável por provocar a expulsão do rival, Savinho faz a segunda temporada como profissional, sendo que em 2021 ele esteve em campo em 13 partidas, sendo quatro como titular (Campeonato Mineiro). O talento despertou interesse do Grupo City e pode ser emprestado ao PSV (Holanda), como informou o jornalista italiano Fabrizio Romano, especialista no mercado de transferências. O clube ainda tenta manter o jovem até o fim de 2022, mas é possível que ele embarque para a Europa antes, visto que já completou 18 anos.

facebooktwitterreddit