Brasileirao Série A

Internacional x Botafogo tem pênalti polêmico, virada, cinco gols, expulsões e confusão no fim; assista ao vídeo

Bia Palumbo
Gol nos acréscimos gerou tumulto após o apito final em Porto Alegre
Gol nos acréscimos gerou tumulto após o apito final em Porto Alegre / Pedro H. Tesch/ Agif/Gazeta Press
facebooktwitterreddit

Polêmico do começo ao fim. Esse é o resumo do duelo entre Internacional e Botafogo, realizado neste domingo (19) no Estádio Beira-Rio, pela 13ª rodada do Brasileirão, e vencido pelo alvinegro carioca por 3 a 2.

"O papel do árbitro é controlar, não incendiar o jogo. Ele poderia ter conduzido melhor, dar o exemplo. Foram cenas lamentáveis. Começamos bem a partida, vínhamos numa crescente, temos um bom comandante e tudo para fazer uma temporada boa."

Pedro Henrique, jogador do Internacional

O cronômetro nem tinha chegado aos 10 minutos quando Alan Patrick invadiu a área pela direita e chutou, a bola tocou na barriga e depois no braço de Philipe Sampaio e o árbitro Savio Pereira Sampaio marcou pênalti, além de expulsar o zagueiro. O lance gerou muita reclamação por parte dos botafoguenses e inclusive por parte do empresário John Textor, investidor do clube.

Edenilson converteu o pênalti e Fabricio Bustos ampliou aos 14 minutos, em outra jogada que gerou muita reclamação porque na origem o árbitro ignorou um escanteio a favor do clube carioca. Vinicius descontou cinco minutos depois e o primeiro tempo continuou quente, mas ambos os times foram para o vestiário com 2 a 1 no placar.

Artilheiro do Botafogo na temporada, Erison empatou no segundo tempo. A arbitragem estendeu a partida e, nos acréscimos, o Inter teve um gol anulado por impedimento de Alan Patrick na origem da jogada. Mercado chegou a comemorar com a torcida, mas o VAR interferiu.

Ainda deu tempo de Hugo fazer 3 a 2 e virar a partida. Logo após o gol, Lucas Piazon dirigiu-se próximo do banco do rival, fato que irritou os atletas do Colorado. Ele seguiu em campo, mas o argentino Gabriel Mercado, do Inter, recebeu o cartão vermelho e, no meio da confusão, o camisa 43 do alvinegro ainda deslocou o ombro direito.

Esta foi a segunda vitória consecutiva do Botafogo, que em duas rodadas saiu da zona de rebaixamento para o 7º lugar no momento. São 18 pontos, assim como o Fluminense, que fecha o G-6. O resultado também coloca um ponto final em uma longa invencibilidade do Colorado, que ainda não tinha perdido sob comando de Mano Menezes. Apesar do revés, o clube gaúcho segue na zona de classificação para a Libertadores, em 5º lugar, com 21 pontos.

facebooktwitterreddit