Brasileirao Série A

Na estreia de Marquinhos Santos, Ceará perde Mendoza; Atlético-MG engata sequência ruim e segue fora do G-4

Matheus Nunes
Equipes fizeram uma partida equilibrada, mas não saíram do zero
Equipes fizeram uma partida equilibrada, mas não saíram do zero / Alexandre Schneider/GettyImages
facebooktwitterreddit

Equilíbrio é a palavra certa para descrever o que foi o confronto entre Ceará e Atlético-MG nesta quarta-feira (15), na Arena Castelão, na estreia do treinador Marquinhos Santos no comando do Vozão. As duas equipes fizeram uma partida aberta, buscando abrir o placar a todo momento, mas o resultado terminou da mesma forma que começou: 0 a 0.

O Ceará sofreu um baque logo no início, quando o artilheiro Mendoza sentiu lesão - aparentemente algo muscular - e foi substituído aos 35 minutos de jogo por Erick. Apesar de ficar sem o camisa 10, os mandantes conseguiram ficar mais tempo com a bola na etapa inicial e pressionaram mais, porém não houve nenhuma chance clara de gol.

Precisando reagir para não engatar quatro jogos sem vencer, os mineiros buscaram mais o ataque no 2º tempo. Com Hulk bem marcado, as jogadas ofensivas foram pouco produtivas, com o goleiro Vinicius Machado fazendo apenas uma defesa nos minutos finais. A torcida do alvinegro cearense aumentou os gritos de apoio perto do fim do duelo, mas não adiantou.

No primeiro jogo de Marquinhos Santos à frente do Ceará, o resultado é considerado positivo. Colocou em campo um time que conseguiu neutralizar o atual campeão e ainda somou um ponto contra um dos favoritos ao título, além de chegar a 11 jogos de invencibilidade.Antonio Mohamed segue pressionado, pois o time de BH perdeu outra chance de chegar ao G-4 e pode ver a diferença para o líder Palmeiras aumentar para sete pontos.

facebooktwitterreddit