Brasileirao Série A

Santos quebra invencibilidade do Coritiba e deslancha sob comando de Fabián Bustos

Bia Palumbo
Santos decidiu no primeiro tempo e garantiu a festa em dia de casa cheia na Vila Belmiro
Santos decidiu no primeiro tempo e garantiu a festa em dia de casa cheia na Vila Belmiro / Ricardo Moreira/GettyImages
facebooktwitterreddit

O Brasileirão neste domingo de Páscoa (17) começou bem para a torcida do Santos, que superou o Coritiba por 2 a 1 na Vila Belmiro, com direito a gol contra, garantindo a primeira vitória do Alvinegro Praiano no campeonato, a segunda consecutiva e o terceiro jogo sem perder na temporada, o melhor momento desde a chegada do técnico Fabián Bustos. Para completar, outro feito importante: o atual campeão paranaense defendia uma sequência de nove jogos sem perder na temporada.

Em jogo com tempos distintos, Léo Baptistão balançou a rede aos 12. Cerca de 20 minutos depois, aos 28, Léo Gamalho empatou ao converter pênalti polêmico de Zanocelo em disputa com Andrey dentro da área, mas o que definiu o marcador foi uma jogada de Lucas Pires, que avançou pela esquerda e cruzou rasteiro, o veterano zagueiro Henrique deu um carrinho para afastar mas a bola entrou.

"A gente começou o jogo bem, criando ocasiões de gol. Calendário é difícil, acho que perdemos intensidade. Não faltou garra e nem dedicação, soubemos trabalhar bem o jogo. Com certeza temos coisas a melhorar."

Léo Baptistão, atacante do Santos

No segundo tempo o ritmo caiu e João Paulo e Alex Muralha evitaram que Egídio e Lucas Braga mexessem no placar, sendo que o primeiro chutou de canhota e o goleiro tirou de soco e na outra o atacante cabeceou à queima-roupa, no contrapé, mas o camisa 23 do Coxa deu um tapa e evitou o terceiro gol.

A gangorra santista na Era Fabián Bustos

Fabián Bustos
Argentino Fabián Bustos é um dos sete técnicos estrangeiros que comandam clubes da Série A do Brasileirão / Wagner Meier/GettyImages

O argentino contratado para substituir Fábio Carille estreou com derrota por 1 a 0 para o Banfield na Copa Sul-Americana, e preocupou ainda mais a torcida Na sequência o time empatou em 0 a 0 com o Fluminense no Brasileirão, o que aumentou a tensão nos bastidores do clube, e o ponto conquistado fora de casa virou debate nas redes sociais.

Então o clube convocou a torcida para o primeiro jogo como mandante na Sul-Americana e a estratégia deu certo, tanto que os santistas também esgotaram antecipadamente os ingressos para o jogo contra o Coritiba. O resultado veio dentro de campo: virada por 3 a 2 sobre a Universidad Católica, espantando o jejum de gols que durou quase 200 minutos com o recém-contratado Jhojan Julio. Depois os equatorianos viraram com Borja e Minda, mas Léo Baptistão e Angulo marcaram no segundo tempo.

A primeira vitória demorou a sair, mas na mesma semana o time já conseguiu engatar outro resultado positivo e o próximo jogo é justamente diante do Coritiba, desta vez pela Copa do Brasil, na quarta-feira (20), no Couto Pereira, na capital paranaense.

facebooktwitterreddit