Brasileirao Série A

6 fatos sobre o jogo entre Atlético-GO e Flamengo pelo Brasileirão

Bia Palumbo
Bruno Henrique evitou a derrota do rubro-negro carioca com gol no fim
Bruno Henrique evitou a derrota do rubro-negro carioca com gol no fim / Getty Images/GettyImages
facebooktwitterreddit

Campeão goiano, o Atlético-GO conquistou o primeiro ponto no Brasileirão 2022 neste sábado (9), quando recebeu o Flamengo no Castelo do Dragão. Em jogo bastante movimentado, mas com gols apenas na etapa final, Wellington Rato precisou balançar a rede duas vezes para que conseguisse tirar o zero do marcador e Bruno Henrique deixou tudo igual ao cabecear no ângulo de Luan Polli, que teve grande atuação.


1. VAR em ação

Wellington Rato balançou a rede logo aos 5 minutos, porém a arbitragem assinalou impedimento de Shaylon na origem do lance e então o placar continuou zerado até o segundo tempo

2. Placar aberto

De novo ele! Escalado como homem de referência no ataque, Wellington Rato novamente fez o gol ao completar um cruzamento de Dudu pela direita. A jogada começou com lance em que Andreas Pereira tentou cortar uma bola, o Dragão emendou um contragolpe e saiu na frente aos 29 do segundo tempo.

3. Paredão

Cerca de 10 minutos depois, aos 38, Luan Polli evitou o empate em chute de Lázaro, que entrou no segundo tempo. O goleiro contratado nesta temporada assumiu a titularidade e foi um dos principais nomes do confronto de rubro-negros.

4. Gol de Bruno Henrique

O famoso gol 'chorado' surgiu após cobrança de escanteio de Arrascaeta. O uruguaio levantou na área, o camisa 27 subiu mais do que todo mundo e a bola ainda tocou no travessão e na trave antes de balançar a rede!

5. Pedro acerta o travessão

Pedro atacante Flamengo
Atacante saiu do banco e quase virou a partida / Buda Mendes/GettyImages

Substituto de Andreas Pereira, o centroavante entrou em campo aos 35 do segundo tempo e, sete minutos depois invadiu a área pela direita e chutou firme, no alto, a bola desviou em Luan Polli e ainda explodiu no poste superior.

6. Mais uma bola na trave!

Foi por pouco! O árbitro deu 7 minutos de acréscimos e, aos 49, o atacante disparou para o campo de ataque e deu uma cavadinha buscando o canto esquerdo de Hugo Souza, a bola tocou no poste e saiu.

facebooktwitterreddit