Brasileirao Série A

Corinthians erra muito, mas se recupera contra o Inter no Beira-Rio e segue líder do Brasileirão

Wéverton Rodrigues
Atacante Jô evitou a derrota do Colorado
Atacante Jô evitou a derrota do Colorado / Silvio Avila/GettyImages
facebooktwitterreddit

Em uma atuação de altos e baixos, o Corinthians saiu atrás do placar duas vezes, mas conseguiu um ponto importante diante do Internacional em Porto Alegre e ainda segue como líder do Brasileirão. O Colorado dominou o primeiro tempo e, com poder de reação posto em prática na vinda para a segunda etapa, os comandados de Vítor Pereira conseguiram equiparar melhor as ações e, assim, contra atacar o poderio ofensivo do time de Mano Menezes para construir um 2 a 2.

Alan Patrick atacante Internacional
Alan Patrick fez o primeiro gol dele com a camisa colorada / Lucas Uebel/GettyImages

A partida começou bastante agitada, com os donos da casa marcando pressão no campo do adversário. Além disso, a fragilidade no sistema defensivo do alvinegro paulista fez com que o Inter dominasse o primeiro tempo de jogo e saísse com a vantagem para o vestiário.

Aos 24, o time da casa construiu uma jogada de pé em pé que começou com o goleiro Daniel e passou por cinco jogadores até chegar em Alan Patrick dentro da área. O camisa 12 balançou a rede e a reação do time paulista veio cinco minutos mais tarde, após cruzamento de Renato Augusto no qual o zagueiro Raul Gustavo demonstrou oportunismo digno de um centroavante para empatar. O Inter equilibrou as ações e então foi a vez de outros reforços recém-contratados criarem perigo. Bustos lançou Alan Patrick. Cássio salvou a cabeçada, mas no rebote Wanderson bateu alto para fazer 2 a 1.

Raul Gustavo
Raul Gustavo revelou ter 'sonhado' que marcaria contra o Inter / Silvio Avila/GettyImages

No segundo tempo o técnico Vítor Pereira sacou o atacante Róger Guedes e acionou Jô. O camisa 77 precisou de apenas três minutos para assustar o goleiro Daniel e logo em seguida ele recebeu um lindo passe de Mantuan, que tocou por cima da defesa e o veterano finalizou mesmo sem ângulo para fazer o segundo.

Edenílson acusa Rafael Ramos de racismo

Um episódio chamou a atenção de todos à altura na reta final do segundo tempo, quando Edenilson acusou o português Rafael Ramos de tê-lo chamado de "macaco". Ele informou o árbitro Bráulio da Silva Machado sobre o ocorrido e a confusão paralisou o duelo por alguns minutos. Além disso, ele registrou na súmula que não ouviu o que aconteceu. Agora cabe às autoridades investigarem o episódio.

Rafael Ramos, Edenilson, Corinthians, Inter, racismo
Rafael Ramos e Edenilson discutiram no segundo tempo / Silvio Avila/GettyImages

Na próxima rodada do campeonato, o Corinthians terá pela frente o clássico Majestoso, diante do São Paulo, previsto para domingo (22) na Neo Química Arena. O Internacional, por sua vez, encara o Cuiabá na Arena Pantanal no sábado (21).

facebooktwitterreddit