Futebol Feminino

Brasil x França: onde assistir ao vivo, prováveis escalações, hora e local; Pia Sundhage tenta quebrar tabu

Lucas Humberto
Times nacionais reeditam as oitavas de final da última Copa do Mundo
Times nacionais reeditam as oitavas de final da última Copa do Mundo / Marcio Machado/GettyImages
facebooktwitterreddit

Dia de Canarinho em campo! Neste sábado (19), Brasil e França medem forças pela segunda rodada do Torneio da França de futebol feminino - sim, chegou a hora de encarar as donas da casa.

Em seu primeiro compromisso na competição, Pia Sundhage viu suas comandadas empatarem (1 a 1) com a Holanda. A seleção francesa, por outro lado, estreou com goleada diante da Finlândia: incríveis 5 a 0. Agora, europeias e sul-americanas se preparam para reeditar as oitavas de final da última Copa do Mundo. À época, as francesas bateram as brasileiras na prorrogação, por 2 a 1. Revanche vindo aí? Logo saberemos.

Abaixo, você confere todos os detalhes e informações acerca deste grande duelo.


Onde assistir e demais informações:

A partida entre Brasil e França, válida pela segunda rodada do Torneio Internacional da França, terá transmissão do canal fechado SporTV.

Data e hora: Sábado, 19 de fevereiro, às 17h10 (de Brasília)
Local: Estádio Michel d'Ornano, em Caen (FRA)


Prováveis escalações

Brasil

Kika Van Es Marta Brasil França Torneio da França
Canarinho vem de empate com a Holanda / Soccrates Images/GettyImages

Provável equipe: Letícia; Antonia, Tainara, Daiane e Tamires; Kerolin, Duda, Luana e Ary; Debinha e Geyse.


França

França Brasil Finlândia Holanda Torneio da França
Francesas chegam confiantes depois da goleada expressiva diante da Finlândia / FRANCK FIFE/GettyImages

Provável equipe: Durand; Torrent, Mbock, Renard e Karchaoui; Mateo, Bilbault e Geyoro; Malard, Katoto e Baltimore.


Retrospecto histórico

Brasil França Sundhage Torneio da França
Sundhage tenta quebrar tabu logo mais / ANP/GettyImages

De olho na Copa América, que será disputada entre os dias 8 e 30 de julho, a seleção brasileira encara o time nacional francês na esperança de quebrar um tabu. Em 10 confrontos entre as duas equipes até aqui, foram cinco vitórias das europeias e cinco empates. "É hora de tentarmos mudar um pouco essa história. Estamos nos preparando", avaliou Pia.

"Será importante frearmos as investidas ofensivas delas, por exemplo, no um contra um. Se fizermos isso bem e estivermos compactadas, teremos a chance de propor o jogo ofensivo, porque essa é uma boa maneira de se fazer um bom jogo. Não precisamos defender se temos um bom ataque", completou a treinadora sueca.

facebooktwitterreddit