Olimpíadas

Brasil x Alemanha: onde assistir ao vivo, prováveis escalações, hora e local; estreia dos campeões olímpicos

Nathália Almeida
Seleção Masculina fará sua estreia nas Olimpíadas
Seleção Masculina fará sua estreia nas Olimpíadas / Srdjan Stevanovic/Getty Images
facebooktwitterreddit

Depois da Seleção Feminina começar sua jornada olímpica com o pé direito, agora chegou a vez dos atuais campeões estrearem em Tóquio.

Medalhistas de ouro na Rio 2016, a Seleção Masculina do Brasil inicia sua jornada em busca do bicampeonato nesta quinta (22), encarando justamente a Alemanha, sua arquirrival na grande final disputada no Maracanã há cinco anos.

A seguir, todos os detalhes e informações acerca desta pesada partida, válida pela primeira rodada do Grupo D:


Onde assistir e demais informações:

stefan kuntz alemanha jogos olimpicos
Stefan Kuntz é o treinador da Seleção Olímpica da Alemanha / DANIEL ROLAND/Getty Images

A partida entre Brasil e Alemanha, válida pela primeira rodada do futebol masculino nas Olimpíadas de Tóquio, terá transmissão do canal aberto Globo e dos canais fechados BandSports e SporTV.

Data e hora: Quinta-feira, 22 de julho, às 8h30 de Brasília
Local: Estádio Internacional, em Yokohama (JAP)
Árbitro: Iván Barton (ESA)


Prováveis escalações

Brasil

brasil jogos olimpicos futebol masculino antony
Antony deve sair jogando entre os titulares de Jardine / Srdjan Stevanovic/Getty Images

Provável equipe: Santos; Daniel Alves, Nino, Diego Carlos e Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães e Claudinho; Antony, Richarlison e Matheus Cunha.


Alemanha

Felix Uduokhai
Uduokhai será titular na Alemanha / Stuart Franklin/Getty Images

Provável equipe: Müller; Henrichs, Pieper, Uduokhai e Raum; Stach, Arnold e Maier; Richter, Kruse e Amiri.


Retrospecto histórico

Este será o sexto duelo entre Brasil e Alemanha na história do torneio olímpico de futebol masculino. O retrospecto, como era de se imaginar, é altamente equilibrado: três empates e uma vitória para cada lado. A "vantagem" da Canarinho mora no fato de ter vencido nas penalidades em dois destes três confrontos que terminaram empatados: Seoul (1988), triunfo que levou o Brasil à grande decisão; e Rio de Janeiro (2016), inesquecível para os torcedores brasileiros. Neymar, ao converter a quinta cobrança, sacramentou o inédito ouro da Seleção em pleno Maracanã.

facebooktwitterreddit