Seleção Brasileira

Brasil vence mais uma, e gol sobre o Peru garante nova marca a Neymar

Fabio Utz
Camisa 10 se isolou entre os artilheiros da seleção em eliminatórias
Camisa 10 se isolou entre os artilheiros da seleção em eliminatórias / Pedro Vilela/Getty Images
facebooktwitterreddit

Alguém esperava que o Brasil tivesse dificuldades diante do Peru? Difícil. Pela diferença de qualidade entre as seleções, se sabia que a tendência era de a seleção passear na Arena Pernambuco. Foi o que aconteceu, e Neymar, sempre ele, quebrou mais um recorde em sua trajetória com a camisa verde-amarela.

Ao marcar o segundo gol da partida (vitória por 2 a 0), aproveitando rebote de chute de um inspirado Everton Ribeiro, o astro se isolou na lista dos maiores artilheiros da história do país em eliminatórias. Com 12 tentos, deixou os históricos Romário e Zico (11) para trás, provando cada vez mais que tem tudo para, logo ali na frente, passar Pelé (77) e virar o principal goleador de todos os tempos (somando tudo quanto é competição e amistosos) da seleção.

Renato Tapia Everton Ribeiro Brasil Peru Eliminatórias
Everton Ribeiro teve destaque novamente na equipe de Tite / Pedro Vilela/Getty Images

O duelo em Recife também serviu para mostrar que, ao que tudo indica, o Brasil tem um novo titular. Everton Ribeiro, antes do gol de Neymar, abriu o placar depois de jogada do camisa 10. Ele, que já havia ido às redes em Santiago, frente ao Chile, mostra a sua utilidade a cada partida. Se não fosse o meio-campista, talvez o time comandado por Tite não chegasse ao oitavo triunfo em oito jogos na briga por uma vaga (já praticamente garantida) à Copa do Mundo do Qatar.

A equipe volta a campo em outubro para mais três compromissos. Pega Venezuela e Colômbia, fora de casa, e Uruguai, como mandante. Neymar, suspenso, fica fora da primeira partida. Os 100% serão mantidos? Até lá, ao menos, sim.

facebooktwitterreddit