Botafogo

Botafogo: Jorge Braga se despede da equipe e leva SAF à Justiça; Glorioso se posiciona

Lucas Humberto
Empresário enfrentava desgaste interno com John Textor, acionista majoritário da SAF
Empresário enfrentava desgaste interno com John Textor, acionista majoritário da SAF / Andre Borges/GettyImages
facebooktwitterreddit

Jorge Braga não é mais CEO do Botafogo. No clube desde março do ano passado, o empresário participou diretamente do processo de reestruturação econômica do Glorioso, mas, desde a chegada de John Textor, havia um desgaste entre as partes. Ele ajuizou um processo contra a Sociedade Anônima do Futebol (SAF).

A ação corre em segredo de justiça em uma vara empresarial do Rio de Janeiro. A SAF foi notificada sobre o processo na tarde desta quinta-feira, 8. Na manhã de sexta, 9, Jorge Mendes publicou uma carta de despedida em suas redes sociais: "Saio muito realizado e motivado pelo trabalho feito, desejando sucesso para o investidor John Textor, e também Thairo e Danilo".

"Para os desafios que estão por vir, carregarei comigo meus princípios e muito do que aprendi vivendo o Botafogo: nada e nem ninguém nunca será maior que o clube. Todo mundo quer ganhar, mas não a qualquer preço. Trabalho, coerência, ética, pragmatismo, honestidade, transparência e profissionalismo precisam ser pilares. Sempre", completou.

Desde que Textor chegou ao Nilton Santos, Jorge Braga enfrenta dificuldades internas. Não havia clareza sobre a nova função do executivo e ambos não chegaram a um acordo na última viagem do norte-americano ao Brasil. Em junho, o Glorioso tirou o poder de Braga como representante do clube junto à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj).

Leia a carta de Jorge Braga na íntegra:

"À Toda Torcida Botafoguense,

Hoje encerro meu ciclo no Glorioso com um só sentimento: o de realização. Lembro que ao receber o convite, logo vi o tamanho da responsabilidade que seria liderar um clube desta magnitude em seu processo de transformação em SAF. Ao mesmo tempo, não pensei duas vezes: ajudar o Botafogo a retomar o caminho das glórias era uma missão que precisava ser cumprida.

Em todos os aspectos, sempre será uma honra poder lembrar que meu nome está escrito em algumas das incontáveis páginas da história gigantesca e cheia de tradição deste clube. Chegar até aqui, no entanto, não seria possível sem a ajuda de tantos colaboradores, colegas de trabalho e, claro, sem o apoio dessa apaixonada torcida, que sempre me emocionou com seu carinho e respeito pelo meu trabalho.

Gostaria também que todos que vestiram e suaram a camisa do Botafogo junto comigo se sentissem abraçados e recebessem o meu sincero muito obrigado. Em especial, quero agradecer o apoio e respaldo dos Presidentes Durcésio Mello, Mauro Sodré e André Souza, dos Conselheiros João Pedro Figueira, Marcelo Figueira, Fred Bastos, os beneméritos Fernando Pereira, Claudio Good, João e Walter Salles e os talentosos Laércio Paiva e André Chame, que nunca abandonaram a luta pela profissionalização.

Quem viu como estava o Botafogo e o que ele se tornou quando da sua transformação em SAF talvez não lembre dos tempos difíceis que insistiam em permanecer. Equalizar contas, renegociar e honrar dívidas, manter salários em dia, introduzir uma nova mentalidade de trabalho, criar e proteger uma cultura de responsabilidade financeira, recrutar, capacitar e treinar os novos gestores, são apenas alguns dos aspectos que foram fundamentais tanto para a atração dos investidores, como também para garantir a transição suave nos primeiros meses da nova empresa constituída.

Seguindo uma linha na qual acredito muito, que é a de prometer menos e entregar mais, fomos campões da Série B, voltamos à Elite do futebol e conseguimos fazer com que o torcedor alvinegro pudesse novamente se orgulhar de ser representado por um clube que possui postura, respeitabilidade e credibilidade.

Transformar esta instituição centenária em uma empresa profissional, que honra seus compromissos e preza pela transparência é o fruto de um esforço diário, cansativo, mas para o qual me tornei incansável e intransigente. Foram tempos de renúncia pessoal, de estar longe da minha família (morando em hotel), mas dos quais hoje tanto me orgulho.

Saio muito realizado e motivado pelo trabalho feito, desejando sucesso para o investidor John Textor, e também Thairo e Danilo. Para os desafios que estão por vir, carregarei comigo meus princípios e muito do que aprendi vivendo o Botafogo: nada e nem ninguém nunca será maior que o clube. Todo mundo quer ganhar, mas não a qualquer preço. Trabalho, coerência, ética, pragmatismo, honestidade, transparência e profissionalismo precisam ser pilares. Sempre.

Por fim, torcedor Botafoguense, quero dizer que continuarei sendo mais um entre vocês, não importa se de perto ou de longe. O Botafogo merece um futuro digno da sua história e a minha torcida por isso será eterna.

Vida longa ao Botafogo!"

Leia a nota oficial do Botafogo

"Confirmamos que Jorge Braga não está mais vinculado à SAF Botafogo. O Clube buscará novos caminhos de gestão e está investindo em todas as áreas corporativas e do futebol, alinhado com o perfil executivo definido e liderado diretamente por John Textor. Em relação ao Sr. Jorge Braga, é evidente que o mesmo abdicou do cargo de CEO quase imediatamente após a concretização da SAF, resultando na quebra das obrigações e deveres profissionais. Braga agora busca o pagamento do Clube Social e da SAF por serviços que foram de fato realizados por terceiros, resultando, infelizmente, em uma disputa judicial.

A nossa atenção não será desviada. Nosso planejamento estratégico para os próximos anos visa um Botafogo forte e vencedor dentro e fora de campo, com seus torcedores orgulhosos e reposicionando nossa marca no mercado à altura de sua grandeza.

Todos os esforços estão direcionados na construção de um projeto baseado em muito trabalho, ética empresarial e excelência competitiva. O Botafogo será conduzido por aqueles que estão totalmente alinhados e comprometidos com estes ideais. Nossa equipe é escolhida e está a serviço dos escolhidos."

facebooktwitterreddit