Futebol Internacional

Bola de Ouro 2022: quando sairá a lista de indicados, data da premiação, mudança de critérios e mais

Wéverton Rodrigues
Alexias Putellas foi eleita a Melhor Jogadora do Mundo, segundo a Ballon d'Or 2021
Alexias Putellas foi eleita a Melhor Jogadora do Mundo, segundo a Ballon d'Or 2021 / SOPA Images/GettyImages
facebooktwitterreddit

Finalizadas as temporadas europeias - inclusive com a UEFA Champions League definindo seu campeão -, a Bola de Ouro torna-se um dos assuntos mais comentados entre os aficionados do futebol. Definir, afinal, o jogador que mais se destacou na última temporada do futebol mundial é algo que tem sido bastante excitante, nas últimas edições, justamente pelo fator da imprevisibilidade e da novidade. Cristiano Ronaldo e Lionel Messi foram os donos do prêmio por muitos anos, mas, recentemente, novos postulantes têm largando à frente dos dois craques na busca pela coroação máxima de aspecto individual do futebol. Este ano, Karim Benzema e Mohamed Salah são os grandes candidatos para faturar a Ballon d'Or na atual temporada pela primeira vez na carreira.  

Dessa forma, com as mudanças previstas pela revista France Football em relação à premiação da Bola de Ouro, muitas são as expectativas de quais serão os efeitos práticos destas novidades na próxima edição do prêmio. Focando em 1 – Desempenho individual e caráter decisivo do(a) concorrente; 2 – Desempenho coletivo e conquistas acumuladas durante a temporada; e 3 – Classe do(a) jogador(a) e senso de Fair Play; a lista de indicados a melhor jogador do mundo na temporada será revelada no dia 12 de agosto, com o evento de cerimônia marcado pro dia 17 de outubro, no Teatro de Châtelet, em Paris. 

A Copa do Mundo, maior evento futebolístico do mundo, que terá mais uma edição sendo realizada no final deste ano, não entrará para esta temporada de Bola de Ouro como critério para os jogadores destaques do torneio, apenas para a temporada 2023.

Últimos vencedores e próxima edição 

O argentino Lionel Messi e a espanhola Alexia Putellas foram eleitos na última temporada de futebol os jogadores mais superlativos em termos de desempenho individual e, assim, receberam o título de Melhor Jogador do Mundo nas categorias previstas. Pelos goleiros, Gianluigi Donnarumma foi quem levou para casa o prêmio. Por fim, o meio-campista do Barcelona, Pedri, foi nomeado o melhor sub-21 que atuou na temporada 2020/2021.

Depois do anúncio de que Messi havia ganhado sua 7° Bola de Ouro, muito falou-se sobre um possível favorecimento ao camisa 10 de PSG e da Seleção Argentina, dado que argumentou-se ainda que a temporada do polonês Robert Lewandowski foi superior e, portanto, o jogador do Bayern de Munique quem merecia levar o prêmio pra casa. Nesse sentido, a próxima realização da premiação da Bola de Ouro que, a saber, chega à 66ª edição, passará a levar em consideração a temporada europeia em si, não mais o calendário anual. 

Outra coisa que não permanecerá a mesma é em relação a quem produz as listas de indicados das categorias. Isso porque, apesar de se continuar tendo o aval do ex-jogador Didier Drogba (embaixador do prêmio) e de jornalistas da área, participarão também disto profissionais além daqueles nomeados pela France Football e pelo L'Équipe.

Por fim, em relação aos eleitores, teremos representantes dos 100 países onde o futebol ganha mais destaque, escolhidos a partir do ranking da entidade. A mudança diz respeito deixará de ter a abrangência das 170 associações da Fifa de antes e passa a focar na quantidade citada para maior precisão.

facebooktwitterreddit