Transferências

Betis faz proposta irrecusável e encaminha contratação de Luiz Henrique, do Fluminense

Lucas Humberto
Joia de Xerém, o atacante de 21 anos irá render cerca de R$ 70 milhões aos cofres do Fluminense
Joia de Xerém, o atacante de 21 anos irá render cerca de R$ 70 milhões aos cofres do Fluminense / Buda Mendes/GettyImages
facebooktwitterreddit

Ao que tudo indica, Luiz Henrique está vivendo seu últimos dias como jogador do Fluminense. A joia de Xerém fez o Real Betis, da Espanha, quase dobrar o montante da primeira oferta para encaminhar a contratação do atacante de 21 anos. As cifras das tratativas giram em torno de 13 milhões de euros (cerca de R$ 70 milhões na cotação atual). O Tricolor das Laranjeiras irá manter 15% dos direitos econômicos do jogador pensando em futuras transações. As informações são do ge.

Ainda em fevereiro, o clube de LaLiga enviou uma proposta de 7 milhões de euros (R$ 38,5 milhões). À época, os cartolas cariocas recusaram em razão dos baixos valores envolvidos. Contudo, mesmo com o mercado de transferências fechado, o Betis subiu o valor até que a oferta fosse considerada irrecusável pelo próprio jogador. Luiz Henrique, que irá partir rumo ao futebol espanhol na abertura da janela internacional (em julho), irá receber cerca de 10 vezes mais do que seu atual salário.

Principal ativo das Laranjeiras, o jovem atacante representa aos cartolas cariocas a maior possibilidade de arrecadação no âmbito das vendas, sobretudo depois das negociações canceladas de Nino e Gabriel Teixeira no início do ano. A meta do cube é conseguir entre R$ 90 e R$ 100 milhões em transferências. Vinculado ao Tricolor até 2025, Luiz Henrique tem 100% dos direitos econômicos vinculados ao atual campeão da Taça Guanabara.

Fluminense Olimpia Libertadores Betis Mercado Espanha LaLiga
Camisa 11 anotou uma pintura contra o Olimpia / ANTONIO LACERDA/GettyImages

Sucesso desde a base, o jogador recebeu uma proposta de 1,5 milhão de euros de um grupo de empresários de Portugal ainda nas categorias inferiores. A oferta, claro, foi recusada. Alçado ao profissional em 2020, ainda sob comando de Odair Hellmann, ele se firmou de vez em 2021 e, hoje, é o principal nome da equipe ao lado de Germán Cano. Caso seja concretizada, a negociação do camisa 11 entrará no top-5 de maiores da história do Fluminense.

facebooktwitterreddit