Transferências

Barcelona já tem um 'plano B' caso negociação com Raphinha não dê certo - saiba mais

Wéverton Rodrigues
Raphinha marcou 11 gols com a camisa do Leeds na temporada 2021/22
Raphinha marcou 11 gols com a camisa do Leeds na temporada 2021/22 / ADRIAN DENNIS/GettyImages
facebooktwitterreddit

A operação Raphinha segue ocupando os holofotes da mídia europeia, principalmente na Catalunha. Enquanto as atenções se voltam para um possível desfecho entre o Barcelona e intermediários do ponta-direita, uma notícia surge nessa história como antagonista: a possibilidade do Barça fazer uma oferta para Ángel Di María compor o plantel do clube na próxima temporada.

O meia-atacante, que está livre no mercado desde que saiu do PSG após não renovar seu contrato, seria um dos possíveis nomes considerados internamente caso a investida principal não funcione.

Raphinha, que tem como representante o ex-jogador Deco, segue sendo o sonho do time espanhol para a próxima temporada. As negociações entre Mateu Alemany, diretor de futebol do Barça, e o Leeds, ainda estão em curso. O pedido do time inglês deve mesmo girar em torno dos 60 milhões de euros. O valor ainda continua sendo um entrave, uma vez que o clube blaugrana estaria disposto a pagar 35 milhões de euros para contar com serviços do jogador de 25 anos.

É válido pontuar nesse ínterim que, de acordo com jornal o espanhol Sport, a decisão de Raphinha em priorizar a ida para a Espanha já teria sido tomada, dessa forma, o jogador e seu staff recusariam, muito provavelmente, qualquer oferta de times como o Liverpool.

Diante da possibilidade de fracasso nas negociações, Di María teria surgido como alternativa, informação já confirmada pelo jornal espanhol AS. Dotado de características como versatilidade e qualidade técnica, sobretudo podendo somar com a experiência que carrega, o internacional atleta argentino seria visto com muitos bons olhos pela cúpula do Barcelona. O entrave, porém, ficaria por conta dos salários, uma vez que o time espanhol já não esbanja do mesmo poderio econômico de outros verões.

Aos 34 anos, o atacante chegaria com contrato de 1 ano com opção de renovação para mais um. Retornar à Espanha - onde já atuou com a camisa do Real Madrid. Porém, o destino mais provável dele é a Itália para defender a Juventus. Sendo assim, jogar em um time que vai disputar a Champions League seria consonante ao desejo de permanecer em evidência na Europa visando, sobretudo, a Copa do Mundo.

De acordo com o italiano La Gazzetta dello Sport, a Velha Senhora quer selar o acordo o mais rápido possível. O técnico Allegri, por sua vez, teria colocado ele como substituto ideal para repor a saída do compatriota Paulo Dybala, que não renovou com o clube italiano após sete anos vestindo alvinegro. Este seria o último grande contrato de Di María na Europa, visto que ele já manifestou o desejo de encerrar sua carreira no Rosario Central, onde foi revelado.

facebooktwitterreddit