Champions League

Barcelona perde gols, Bayern é letal ao reencontrar Lewandowski e lidera "grupo da morte" da Champions League

Bia Palumbo
Camisa 9 teve boas chances, mas levou a pior no reencontro com o ex-clube
Camisa 9 teve boas chances, mas levou a pior no reencontro com o ex-clube / Adam Pretty/GettyImages
facebooktwitterreddit

Um dos jogos mais aguardados da fase de grupos da Champions League agitou a Allianz Arena, em Munique, nesta terça-feira (13), quando o Bayern ganhou do Barcelona por 2 a 0, com dois gols em quatro minutos, marcados por Lucas Hernández e Leroy Sané. Este foi o primeiro jogo de Lewandowski contra o ex-clube.

O polonês, portanto, passou em branco, e teve boas chances principalmente no primeiro tempo, sendo a primeira quando recebeu dentro da área mas chutou por cima do gol, na outra Neuer espalmou bem uma cabeçada à queima-roupa na segunda trave e, para completar, ele foi travado por Mazraoui, que aliás entrou na vaga de Pavard, substituído ao sentir dores musculares. O camisa 9 ainda serviu Pedri, que ficou de frente para a meta, mas Neuer fechou bem o ângulo e a bola tocou na trave.

A falta de pontaria pesou após o intervalo, afinal, o Bayern voltou melhor. Em uma jogada característica de seu estilo de jogo, de pé em pé, Goretzka finalizou de longe e obrigou Ter Stegen a espalmar para escanteio. Na cobrança Kimmich bateu fechado e então Lucas Hernández se desvencilhou de Marcos Alonso e cabeceou para fazer 1 a 0.

Minutos depois foi a vez de Sané ampliar para selar a vitória do Bayern, que chegou à segunda vitória consecutiva e portanto tem 100% de aproveitamento na Champions League, então lidera o grupo C.

O Barça ainda reclamou de um suposto pênalti de Alphonso Davies em Dembélé, algo que a arbitragem interpretou como lance normal.

facebooktwitterreddit