Transferências

Quanto o Atlético-MG irá faturar com a venda de Léo Sena ao Spezia?

Nathália Almeida
Léo Sena foi bem em sua passagem pelo Spezia via empréstimo
Léo Sena foi bem em sua passagem pelo Spezia via empréstimo / Gabriele Maltinti/Getty Images
facebooktwitterreddit

Contratado pelo Atlético-MG junto ao Goiás em meados de 2020 - em negociação que movimentou aproximadamente R$ 4 milhões -, Léo Sena teve seu destino selado nesta quarta-feira (2): será, em definitivo, jogador do Spezia Calcio, equipe que disputa a primeira divisão da Itália.

E

Emprestado ao clube italiano após passar somente quatro meses na Cidade do Galo, o volante de 25 anos fez uma boa segunda metade de temporada 2020/21, desempenho que acabou convencendo o Spezia a exercer o seu direito de compra. Contudo, de acordo com a apuração do Superesportes, os termos finais da negociação não foram aqueles definidos originalmente em contrato.

leo sena atletico mg spezia
Léo Sena se destacou na segunda metade da temporada 2020/21 / Gabriele Maltinti/Getty Images

A fonte citada cravou que o Galo aceitou reduzir em quase 50% o valor original selado em contrato pela opção de compra de Léo Sena. A princípio, o Spezia Calcio teria que pagar € 2,5 milhões (R$ 15,4 milhões na cotação atual) para ficar com os direitos econômicos do atleta, contudo, as partes teriam acordado em reduzir este montante para €1,3 milhões (aproximadamente R$ 8 milhões).

Este, portanto, será o "lucro final" do Atlético na venda do volante ao futebol italiano: R$ 8 milhões, o dobro do valor pago originalmente pela contratação do mesmo junto ao Goiás.

Spezia comemora acordo

Em seu site oficial, o clube italiano celebrou a permanência do jovem volante, que assinou vínculo válido por três temporadas: "O Spezia Calcio anuncia que exerceu o direito de opção pela aquisição definitiva das performances esportivas do jogador Leonardo de Souza Sena, do clube brasileiro Clube Atlético Mineiro. O jogador brasileiro permanecerá no clube até 30 de junho de 2024"

facebooktwitterreddit